PUBLICIDADE
Topo

Dani Alves diz que Olimpíada é maior que Copa do Mundo, fala que Seleção é sua prioridade, e dispara: 'Não existe patriotismo no Brasil'

Daniel Alves durante partida da seleção brasileira olímpica contra a Costa do Marfim  - Lucas Figueiredo/CBF
Daniel Alves durante partida da seleção brasileira olímpica contra a Costa do Marfim Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Colaboração para o UOL

26/07/2021 13h31

Maior campeão da história do futebol, Daniel Alves vai em busca de um título que ainda não tem em sua coleção: o olímpico. Capitão da Seleção Brasileira que disputa as Olimpíadas de Tóquio, o jogador de 38 anos agora fecha um ciclo ao participar de todas as competições com a Canarinho desde o Sub-20.

+ Veja a tabela e os jogos das Olimpíadas


Honrado por disputar a competição, em suas próprias palavras, Dani Alves afirmou que o torneio olímpico é maior até que a Copa do Mundo. E explicou suas razões para isso. "Acredito que a grandeza e o que diferencia as Olimpíadas do Mundial é que aqui estão os melhores de vários esportes. Isso faz com que a competição seja de uma magnitude gigantesca e com que o evento não seja limitado", disse Daniel Alves à 'Agência Radioweb'.

Daniel Alves gerou polêmica ao pedir a liberação do São Paulo para disputar as Olimpíadas. E sobre isso, o atleta afirmou que a Seleção Brasileira é e sempre será sua prioridade. "A seleção sempre foi prioridade. Para mim, defender o meu país, defender essa camisa, é sagrado", afirmou.

+ Skate garante mais um pódio! Confira todas as medalhas do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio

+ Aplicativo "LANCE! Resultados" está disponível para Android e iOS. Baixe agora!

Daniel também falou sobre o patriotismo do torcedor brasileiro, algo que foi criticado por Neymar, Marquinhos e Thiago Silva antes da final da Copa América, contra a Argentina, quando muitos brasileiros torceram para a Albiceleste. "Não existe patriotismo no nosso país, infelizmente. Se existisse, nossos grandes ídolos, nossa grande história, seriam respeitados. O único lugar em que a história não conta muito é no nosso país. Fora dele, as pessoas respeitam muito porque sabem que a história não está ali por acaso. A história está ali porque houve grandes autores, dedicados a escrever bons capítulos no livro da história brasileira", afirmou.

Por fim, o camisa 13 da Seleção declarou que muitos torcedores brasileiros não aceitam uma derrota tão facilmente, colocam expectativas demais nos atletas, apenas para poderem diminuí-los. "Quando um brasileiro consegue ser algo gigantesco, eles querem bater, porque a luz está ali acessa e eles querem apagar e não é assim. Aquilo ali pode te ajudar a ser melhor do você é. pode te ajudar a crescer na vida, mas eles são preguiçosos e não querem buscá-los", afirmou Dani Alves.

Daniel Alves e a seleção masculina voltam a campo contra a Arábia Saudita, na manhã desta quarta-feira, às 5 da manhã, para fechar a fase de grupos do torneio olímpico.

VEJA O QUADRO DE MEDALHAS DOS JOGOS OLÍMPICOS