PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Calleri quer aproveitar fase e diz que São Paulo ainda tem que melhorar

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

16/05/2022 08h00

Classificação e Jogos

Neste domingo, o São Paulo venceu o Cuiabá por 2 a 1, de virada, no Morumbi, saltando para o G4 do Campeonato Brasileiro. Calleri voltou a brilhar e marcou mais um pelo Tricolor - seu sexto gol na competição, mas fez questão de destacar que o time ainda precisa evoluir.

O centroavante sabe que precisa aproveitar a fase inspirada no São Paulo, ainda que também veja margem para melhorar seu desempenho.

"A verdade é que estou em boa fase. Quando um jogador está em boa fase, tem que aproveitar. Nem sempre é assim. Estou com confiança, hoje pude fazer um gol de pênalti, que não batia faz muito tempo também. Quando um jogador está desse jeito, tem que aproveitar. São seis gols em seis jogos, mas ainda tenho muito a melhorar, o time tem muito a melhorar", disse Calleri.

"Temos que conseguir fazer o que fazemos no treino. É difícil, sim, mas acho que o time vai estar confiante com a virada, temos um grande jogo na quinta, para fechar a classificação e poder jogar da forma como o Rogério quer, porque acho que ainda tem muito a melhorar", completou.

Calleri também fez uma comparação com sua primeira passagem pelo São Paulo, em 2016. Em sua visão, hoje é um jogador com uma leitura mais apurada do que fazer em campo.

"Sabia que era um contrato bem curto, e era muito menino. Agora, sou um jogador mais pensante. Acho que corro muito menos que antes, mas corro de forma mais inteligente. Busco me colocar na área, e temos jogadores que estão muito bem nos passes. Eu gosto muito do Welington e do Reinaldo, quando cruzam. Com o Rafinha, foi o gol contra o Flamengo. O camisa 9 tem que fazer gol de qualquer jeito. Hoje, com 28 anos, sou mais experiente e sei me posicionar melhor na área", finalizou.

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 11 pontos, na terceira posição. O time volta a campo na quinta, pela Copa Sul-Americana, contra o Jorge Wilstermann-BOL, às 21h30 (horário de Brasília), no Morumbi.

São Paulo