PUBLICIDADE
Topo

Santos

Cuca fala sobre sua luta contra a Covid-19: "Estou quase bom"

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

27/01/2021 06h00

Classificação e Jogos

Cuca teve uma dura batalha contra a covid-19 em novembro de 2020 e ainda sente os efeitos do vírus. O técnico do Santos precisou ficar internado por 10 dias, quatro deles na unidade semi-intensiva do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Com pneumonia e hepatite viral, Cuca mal tinha forças para enviar um áudio via Whatsapp. A sonolência por causa dos remédios impediu a torcida em um dos jogos do clube: a vitória sobre o Internacional na Vila Belmiro.

Cuca teve alta e continuou o tratamento no seu sítio, em Curitiba. O retorno ocorreu em 25 de novembro, 18 dias depois da internação. Ele é monitorado pelo departamento médico do Santos e ainda não tem olfato e paladar ideais.

"É difícil falar porque eu, sinceramente, prefiro passar mal, estar com risco, que qualquer familiar. Estava ali, não precisava de ninguém e só de mim. Mas ter um nosso ali dói muito mais. Como minha esposa, minhas filhas, meus irmãos e minha mãe tiveram com eu ali. Não tive medo de morrer em nenhum momento, tenho muita fé. Sabia que eu iria sair daquela situação. Consegui, tive força de vontade de sentar naquela poltrona e em quatro dias tive alta. Coisa que alguns amigos e parentes não conseguiram", disse Cuca, em entrevista à Gazeta Esportiva.

"Eu estou quase bom. Tenho algumas coisas às vezes, como dor de cabeça. Não sinto gosto e cheiro ainda. Alguma coisinha ainda tem, mas pouco perto do que eu tinha", completou o técnico.

A recuperação difícil faz parte da dúvida sobre o futuro de Cuca no Santos. O técnico evita falar sobre renovação, mas o contrato termina no fim de fevereiro.

O treinador cogita tempo para descansar. Além do coronavírus, ele se precisou se desdobrar para resolver problemas no clube e o trabalho foi muito além das quatro linhas, onde há sucesso e o Santos enfrentará o Palmeiras na final da Copa Libertadores neste sábado, no Maracanã.

O presidente Andres Rueda quer muito a permanência e espera convencer Cuca a partir da semana que vem.

Santos