Topo

Brasileirão Feminino A1 - 2023

Corinthians marca no fim e bate Cruzeiro nas quartas do Brasileiro Feminino

Vic Albuquerque, do Corinthians, comemora após marcar nas quartas de final do Brasileirão Feminino, contra o Cruzeiro - Reprodução/Globoplay
Vic Albuquerque, do Corinthians, comemora após marcar nas quartas de final do Brasileirão Feminino, contra o Cruzeiro Imagem: Reprodução/Globoplay

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/06/2023 22h05

Classificação e Jogos

O Corinthians venceu o Cruzeiro por 2 a 1, com um gol no fim, na noite desta segunda-feira (19), pelo jogo de ida das quartas de final do Campeonato Brasileiro feminino, no Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé (MG).

Gabi Zanotti e Vic Albuquerque marcaram para o Corinthians, enquanto Marília anotou para o Cruzeiro.

Com o resultado, as alvinegras estão na frente na briga pela classificação, uma vez que o time que fizer o maior número de pontos nas duas partidas avança.

A volta será na próxima segunda-feira (26), às 18h30 (de Brasília), na Fazendinha, em São Paulo. Antes, o Corinthians tem compromisso pela primeira fase do Campeonato Paulista feminino, contra o RB Bragantino, na quinta-feira (22), às 16h (de Brasília).

Como foi o jogo

O Cruzeiro começou assustando no primeiro minuto de jogo, mas foram as visitantes que abriram o placar, com Gabi Zanotti.

Apesar do aumento de produção Alvinegra no jogo, o Cruzeiro empatou. Marília deixou tudo igual.

Quando o jogo já parecia decidido, o Corinthians teve um pênalti a seu favor e ficou com a vitória. O VAR ainda checou o lance, mas Vic Albuquerque fez o gol da vitória.

Gols e lances importantes

Primeiro minuto de susto - Byanca Brasil cobrou o escanteio no segundo pau, e Lelê saltou para fazer a defesa parcial, mas na sequência pegou firme e afastou o perigo.

Quase o primeiro - Depois de uma boa jogada do ataque do Cruzeiro, Marília recebeu na entrada da área, ganhou da zaga adversária e finalizou por cima do gol de Lelê na melhor chance da Raposa até então.

0 x 1 - Aos 30 minutos do primeiro tempo, após lidar com as investidas adversárias, e ter boas chances, Luana abriu a jogada pela direita com Gabi Portilho. Ela chegou na lateral da área e bateu cruzado da direita. Gabi Zanotti apareceu livre dentro da pequena área e escorou para colocar o Corinthians na frente.

1 x 1 - Apesar de as adversárias terem estufado as redes primeiro, o Cruzeiro empatou aos 44 minutos do primeiro tempo. Depois da cobrança de escanteio da direita, a bola foi no primeiro pau. Marília se antecipou às adversárias, desviou firme para o gol e passou por Lelê, que não conseguiu evitar o gol.

Cruzeiro se salva - Depois do bate rebate na área, a bola sobrou para Jheniffer, que dividiu com Taty Amaro. A goleira levou a melhor, e a zaga cruzeirense ficou com a bola depois de passar um susto.

Pênalti para o Corinthians - Nos acréscimos do segundo tempo, Gabi Portilho recebeu a bola na área, ganhou da marcação de Janaína e foi derrubada. A arbitragem imediatamente assinalou a penalidade máxima para as alvinegras.

1 x 2 - Com 49 minutos do segundo tempo, Victória Albuquerque bateu a penalidade firme, no canto esquerdo de Taty Amaro, que saltou em direção a bola, mas não conseguiu fazer a defesa.

FICHA TÉCNICA
Cruzeiro 1 x 2 Corinthians

Data: 19/06/2023 (segunda-feira)
Horário: 20h00 (de Brasília)
Competição: quartas de final do Campeonato Brasileiro feminino
Local: Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé, Minas Gerais
Árbitra: Thayslane de Melo Costa (SE)
Assistentes: Juliana Nascimento da Silva (MG) e Érica Mara da Silva Lopes (MG)
VAR: Philip Georg Bennett (RJ)
Cartões amarelos: Carol Baiana (CRU)
Gols: Gabi Zanotti (30'/1° T) (COR), Marília (44'/1° T) (CRU), Victória Albuquerque (49'/2° T)

Cruzeiro: Taty Amaro; Isa Fernandes; Camila Ambrózio; Vitória Calhau; Ana Clara (Janaína); Rafa Andrade; Mari Pires (Maii Maii), Marília (Larissa Vasconcelos), Vanessinha; Byanca Brasil (Luaninha) Carol Baiana (Tipa.) Técnico: Felipe Freitas.

Corinthians: Lelê; Katiuscia (Belinha); Tarciane; Yasmin; Tamires; Luana; Duda Sampaio (Millene), Gabi Zanotti; Jaque Ribeiro (Diany) (Victoria Albuquerque), Gabi Portilho e Jheniffer. Técnico: Arthur Elias.