PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

VP diz que goleada sofrida do Corinthians é justa: 'sabíamos dos riscos'

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/07/2022 19h53

Classificação e Jogos

O técnico Vitor decidiu mandar um time alternativo a campo na tarde de hoje (2), mas a opção não funcionou. Sem entrosamento, o Corinthians foi dominado pelo Fluminense e perdeu por 4 a 0 no Maracanã, em duelo da 15ª rodada do Brasileirão.

Pensando na partida de volta contra o Boca Juniors, nas oitavas da Libertadores, o treinador explicou a opção por iniciar o confronto com uma equipe formada por atletas vindo da base e alguns reservas.

"Esta é uma derrota que custa, não lembro de nenhuma assim na minha carreira, mas foi justa pelo que aconteceu em campo. Priorizamos o jogo contra o Boca e sabíamos dos riscos. Juntando jogadores que estavam sem ritmo com alguns miúdos contra uma equipe que estava fresca, na força máxima. O risco era grande e cometemos erros. Era um risco calculado, mas é uma derrota que custa a torcida e para nós. Contra fatos não há argumentos, não tínhamos time para encarar o Fluminense", avaliou.

No intervalo, o treinador colocou Mantuan e Fábio Santos. Ao longo do segundo tempo, o treinador ainda Róger Guedes, Adson e Fábio Santos também entraram em campo.

"Essencialmente, a qualidade do adversário. Depois, os fatos que já enumerei (jogadores que jogam pouco com jovens). Tentamos colocar um ou outro jogador para dar tranquilidade ao time, mas só podíamos arriscar 45 minutos. Se não, acumulávamos tempo que iria nos afetar no próximo jogo. É uma junção de tudo. Tínhamos que tirar a bola do Fluminense e não fomos capazes, passamos a maior parte do tempo defendendo. Não posso apontar nada aos que tiveram em campo. Tentaram tudo, porém foram incapazes. Lamento muito. Perdemos três pontos que são recuperáveis, o do próximo jogo é que não é. Temos que focar", complementou.

Para se classificar, o Timão precisa vencer o Boca na Bombonera. Se empatar o confronto desta terça (5), às 21h30, a decisão do classificado acontecerá nos pênaltis.

Confira outros trechos da coletiva

Atuação de Giovane e a possível renovação

Gostei, criou problema na primeira parte. Tem algumas características que gosto muito. Dentro do contexto, de pouca bola, fez um bom jogo e tem jogo. Começamos a ter mais bola no início do segundo tempo, em busca do 2 a 1. Poderíamos ter feito melhor, Levamos o terceiro gol na transição, quando estávamos melhor e, depois, o quarto gol. Posso dar minha opinião técnica, mas quem decide é o clube.

Jogadores voltam contra o Boca?

Vamos viajar e temos treino amanhã. Espero ter uma reunião com o departamento médico para entender. Temos lesionados, o número de soluções vai diminuindo e vamos jogando mais vezes com os mesmos jogadores. Um calendário absurdo, não imaginei que fosse possível. Quem fica nas competições todas tem dificuldades. As contusões começam a aparecer.

Corinthians está na briga pelo título?

No meu ponto de vista, há muitos clubes com mais quantidade e qualidade. Se tivemos com todos jogadores disponíveis, podemos disputar. Mas, se tiver mais uma competição e nove jogadores de fora... Não temos os argumentos que eu tinha quando cheguei.

Corinthians