PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Médico se emociona ao informar sobre a morte de Freddy Rincón; assista

Do UOL, em São Paulo (SP)

14/04/2022 09h18

O médico Laureano Quintero, diretor médico da Clínica Imbanaco, hospital onde estava internado Freddy Rincón, ficou bastante emocionado durante o anúncio sobre a morte do ídolo da seleção colombiana e do Corinthians.

"Queremos expressar nossos sinceros sentimentos de condolências a seus familiares, a seus amigos, às pessoas próximas e seus seguidores do todo o mundo. Nunca haverá um jeito para expressar como é perder um de nossos pacientes. Quem quer que seja esse paciente. Pedimos a todos, por favor, honrem e exaltem a vida de Freddy Eusébio [Rincón], por todas as alegrias que ele nos deu", disse Laureano.

"Por todas as vezes em que ele nos fez vibrar muitíssimas vezes de muitos cantos desse planeta graças à sua maravilhosa vida e seus maravilhosos desempenho esportivos. Que honremos sua vida, como merece Freddy Eusébio [Rincón]", acrescentou.

Freddy Rincón morreu hoje em decorrência dos ferimentos sofridos em um acidente de carro na madrugada de segunda-feira. Aos 55 anos, o ex-meio-campista estava internado desde a manhã do mesmo dia devido a um traumatismo craniano, chegou a ser operado, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

Rincón foi um dos grandes personagens do futebol brasileiro nos anos 90 e 2000. Ele foi campeão paulista pelo Palmeiras em 1994 e anos depois se tornou um dos maiores ídolos do Corinthians, pelo qual foi bicampeão brasileiro (1998 e 99) e campeão mundial como capitão, em 2000, no primeiro grande título internacional do clube. O colombiano ainda defendeu Santos e Cruzeiro no futebol brasileiro.

Futebol