PUBLICIDADE
Topo

Chelsea

Fundo de investimento faz oferta pelo Chelsea de mais de R$ 13 bilhões

Escudo do Chelsea em um dos portões do estádio Stamford Bridge, em Londres - REUTERS/Toby Melville
Escudo do Chelsea em um dos portões do estádio Stamford Bridge, em Londres Imagem: REUTERS/Toby Melville

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/03/2022 14h00

O Fundo de Investimento Aethel Partners se tornou o mais recente licitante a surgir à medida que os grupos internacionais competem para comprar o Chelsea de Roman Abramovich.

A empresa de ações com sede em Londres colocou as cartas na mesa, mas deu um prazo de apenas 11 horas para que a oferta seja aceita.

Segundo informações do jornalista Martyn Ziegler, do The Times, o Fundo está pronto para pagar mais de 2 bilhões de libras (R$ 13,4 bilhões, na cotação de hoje) pelo clube inglês.

Caso a oferta seja aceita, eles planejam manter Thomas Tuchel e sua comissão. Eles também se comprometeram a investir imediatamente 50 milhões de libras (R$ 335,7 milhões) para 'manter o clube'.

Atualmente, as sanções impostas a Abramovich proíbem o Chelsea de vender ingressos para seus torcedores. Além disso, os Blues seguem sofrendo e perdendo patrocinadores, além de ter a conta bancária suspensa, assim como o dono do time.

Chelsea