PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Maioli faz dois gols, São Paulo vence o Vasco e pega o Cruzeiro nas quartas

Maioli comemora seu gol marcado pelo São Paulo diante do Vasco, nas oitavas de final da Copa SP - Ettore Chiereguini/AGIF
Maioli comemora seu gol marcado pelo São Paulo diante do Vasco, nas oitavas de final da Copa SP Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/01/2022 21h58

Classificação e Jogos

O São Paulo venceu o Vasco na noite de hoje (17) por 4 a 2, em uma partida eletrizante no Anacleto Campanella, e foi às quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Os tentos da vitória foram marcados por Maioli, duas vezes, Talles Wander e Vitinho. Figueiredo, com um golaço, e Andrey diminuíram para os cruzmaltinos.

Na próxima fase, na quarta-feira, o Tricolor encara o Cruzeiro, que tem 100% de aproveitamento na competição e, nas oitavas, bateu o Desportivo Brasil por 4 a 1.

Quem passar do confronto entre cruzeirenses e são-paulinos pega o vencedor de Palmeiras x Oeste.

São Paulo começa dominando e Maioli decide

No segundo minuto, Maioli foi acionado por Luiz Henrique e testou para fora, levando perigo à meta vascaína. Aos quatro, o lance se repetiu, mas com bola na rede: Maioli recebeu cruzamento de Petri pela esquerda e cabeceou no canto, sem chances para o goleiro Cadu. Os tricolores quase ampliaram nos minutos seguintes, com Vitinho e Caio, que perderam boas oportunidades para marcar.

Não demorou e camisa 22 foi às redes novamente. Após bobeira da zaga cruzmaltina, Caio cruzou rasteiro, Vitinho dominou mal e Léo finalizou em cima da defesa. Na sobra, pela entrada da área, Maioli encheu o pé e venceu Cadu para abrir 2 a 0 de vantagem são-paulina.

Vasco impõe pressão, mas sem balançar as redes

Com a derrota parcial, o Gigante da Colina acordou em São Caetano do Sul e foi para cima do São Paulo. Aos 31, Figueiredo foi acionado em cobrança de escanteio e, sozinho, perdeu uma grande chance. No lance seguinte, o artilheiro vascaíno teve nova oportunidade e encheu o pé, mas Young fez uma defesaça. A reação no primeiro tempo, porém, não foi traduzida em gols. Aos 49, no último lance, Vitinho recebeu de Luiz Henrique e quase marcou o terceiro tento do Tricolor, mas mandou para fora.

Vasco sofre no início do segundo tempo

Melhor ataque da competição, com 24 gols até a terceira fase, o Vasco até tentou diminuir o revés na segunda etapa, mas sofreu para encontrar espaços diante da sólida defesa são-paulina. A primeira boa chance dos cariocas nos 45 minutos finais foi somente aos 24, após cruzamento de Cachoeira e cabeceio de Andrey, que recebeu livre e mandou para fora.

Talles Wander amplia e dificulta para os cruzmaltinos

Enquanto os cruzmaltinos sofriam para chegar à meta de Young, o Tricolor matou o jogo aos 31 minutos do segundo tempo. Caio foi acionado pela ponta esquerda e cruzou para Talles Wander, que dividiu com a zaga, ganhou o duelo com Zé Vitor e bateu rasteiro para ampliar a vitória são-paulina.

Vascaínos reagem no fim e põem fogo na partida

A reta final do jogo reservou para os espectadores no ABC Paulista uma reação incendiária do Vasco: aos 36, Figueiredo recebeu pela intermediária, dominou pelo alto e bateu sem deixar a bola cair para marcar com um golaço de cobertura. O centroavante se isolou ainda mais na artilharia da Copinha, com oito gols. Os cariocas anotaram mais um no minuto seguinte, após passe de Tavares para Andrey, que chutou no alto e diminuiu o placar.

Balde de água fria

Nos acréscimos, quando o empate parecia questão de tempo, Vitinho jogou um balde de água fria na reação vascaína. No contra-ataque, o camisa 11 recebeu na grande área e chutou firme para superar o goleiro Cadu e fechar a conta em São Caetano do Sul. No último minuto, ainda houve tempo para Zé Vitor cabecear com muito perigo e obrigar Young a fazer uma grande intervenção, evitando o terceiro gol vascaíno.

O homem do jogo

Maioli marcou dois gols pelo São Paulo diante do Vasco - Rubens Chiri / saopaulofc.net - Rubens Chiri / saopaulofc.net
Maioli marcou dois gols pelo São Paulo diante do Vasco, em jogo válido pelas oitavas de final da Copinha
Imagem: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Maioli foi o grande nome da partida no Anacleto Campanella. Além dos dois gols marcados, que valeram ao São Paulo a vaga nas quartas, o camisa 22 foi um dos atletas que mais se movimentaram durante a partida e ainda quase marcou outras duas vezes. Após a atuação de hoje, o atacante é o vice-artilheiro do Tricolor na Copinha, com três tentos. Com duas bolas na rede e um cartão amarelo na conta, o jovem de 18 anos foi substituído aos 22 da etapa final, dando lugar a João Adriano.

Clássico da Copinha

O duelo entre são-paulinos e vascaínos pelas oitavas de final da edição de 2022 marca um confronto que se tornou tradicional na Copinha. As duas equipes já protagonizaram duas finais, em 1992 e 2019. Na primeira, o título foi cruz-maltino, após vitória por 3 a 0. Na última, foi a vez do Tricolor dar o troco, com triunfo nos pênaltis por 3 a 1, após empate por 2 a 2 no tempo normal.

Escalações

Para eliminar o Vasco e avançar às quartas, o técnico Alex escalou o time com Young; Nathan, Lucas Beraldo, Luizão (Guilherme) e Petri (João Moreira); Pablo e Léo (Negrucci); Luiz Henrique (Talles Wander), Vitinho e Caio; Maioli (João Adriano).

O cruz-maltino, de Igor Guerra, entrou em campo com Cadu; JP Galvão (Gabriel Saulo), Victão, Zé Vitor e Julião (Rayan); Rodrigo (Erick Marcus), Andrey e Marlon Gomes (Tavares); Vinicius, Marcos Dias (Cachoeira) e Figueiredo.

Futebol