PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Eriksen fala pela primeira vez sobre infarto: 'Morri por 5 minutos'

Christian Eriksen deu sua primeira entrevista desde o ataque cardíaco que sofreu na Eurocopa - Reprodução/Twitter
Christian Eriksen deu sua primeira entrevista desde o ataque cardíaco que sofreu na Eurocopa Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

04/01/2022 15h14

Um dos momentos mais marcantes do esporte em 2021 foi protagonizado pelo meio-campista Christian Eriksen na Eurocopa, quando o dinamarquês teve uma parada cardíaca e teve que ser reanimado em campo. Recuperado, o jogador falou nesta semana sobre o carinho que tem recebido nos seis meses desde o ocorrido e mirou o próximo objetivo no futebol: voltar a jogar e estar na Copa do Mundo no Qatar.

"Foi incrível como tanta gente sentiu a necessidade de me escrever e mandar flores. Teve um impacto em tantas pessoas, e elas quiseram que eu e minha família soubéssemos. Isso me deixou muito feliz", conta Eriksen (vídeo abaixo, com legendas em inglês).

"No hospital, não paravam de dizer que haviam chegado mais e mais flores. Foi estranho porque não esperava que as pessoas mandassem exatamente flores —porque morri por cinco minutos. Foi bem diferente, mas muito legal da parte de todos e receber estes votos tem me ajudado; as pessoas ainda me escrevem", diz o jogador da seleção dinamarquesa.

Eriksen nasceu de novo em 12 de junho, quando Dinamarca e Finlândia jogavam pela Euro. Aos 43 minutos do primeiro tempo, o camisa 10 se sentiu mal e caiu sozinho no gramado. Era uma parada cardíaca. Aos 29 anos, ele precisou ser reanimado com um desfibrilador antes de deixar o estádio já consciente, mas respirando com um balão de oxigênio.

Hoje o jogador está recuperado do problema, mas recentemente foi obrigado a rescindir seu contrato com a Inter de Milão por não receber autorização para jogar no país com um dispositivo de monitoramento cardíaco. Livre no mercado, ele deve decidir seu futuro nesta janela de transferências.

"Meu objetivo é jogar a Copa do Mundo no Qatar. Quero jogar. Esse foi o meu pensamento neste tempo todo. É um objetivo, é meu sonho. Se vou ser convocado ou não é uma outra questão, mas meu sonho é voltar [à seleção]. Sei que posso voltar porque fisicamente me sinto o mesmo, estou em forma de novo. Ainda falta um tempo [para o Mundial], então até lá quero jogar futebol e provar que continuo no mesmo nível", planeja o meio-campista.

A Dinamarca já está classificada para a Copa do Mundo, e a presença de Eriksen no Qatar depende apenas de suas condições físicas e técnicas. O jogador ainda procura onde jogar e tem sido especulado em clubes ingleses.

Futebol