PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Ceni cobra melhora física de Benítez e São Paulo estuda compra do jogador

Benítez prepara jogada em duelo entre São Paulo e Athletico-PR - Marcello Zambrana/AGIF
Benítez prepara jogada em duelo entre São Paulo e Athletico-PR Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Do UOL, em São Paulo

29/11/2021 04h00

Classificação e Jogos

A diretoria do São Paulo ainda não definiu se realizará a compra do argentino Benítez junto ao Independiente, da Argentina. O clube de Avellaneda pede US$ 3 milhões (R$ 16,75 milhões, na cotação atual) pelo atleta e o assunto ainda está sendo estudado nos corredores do Morumbi, que vive grave crise financeira. Enquanto a cúpula tricolor não toma uma decisão, o técnico Rogério Ceni cobra uma melhora física do atleta.

No último sábado, contra o Sport, Benítez entrou no segundo tempo do jogo e, com apenas quatro minutos em campo, justificou os pedidos da torcida ao sofrer a falta e dar a assistência para Calleri marcar o primeiro do Tricolor no Morumbi. Considerando toda sua passagem pelo Tricolor, o argentino participa de um gol da equipe a cada quatro jogos.

No entanto, como a questão física é um impeditivo para a presença do meia entre os titulares, sua participação no setor ofensivo fica mais evidente quando leva-se em conta os minutos em campo. Ao todo, Benítez dá um passe para algum companheiro fazer gol ou ele mesmo balança a rede adversária a cada 175 minutos.

Em um time como o São Paulo, dono do quarto pior ataque do Campeonato Brasileiro com uma média de 0,8 gols por partida, a presença de um atleta com os números de Benítez se torna uma necessidade. O problema, de acordo com o técnico Rogério Ceni, é que a entrega do atleta na parte física está longe de ser o ideal. Por isso, o argentino tem poucos minutos em campo.

"Se tivermos condições financeiras para trazê-lo, acho que ele é um jogador talentoso. Joga em uma função bem específica, mas ele tem talento. Se se entregar mais na parte física no dia a dia cada vez mais, vai ter mais minutos. Prefiro colocar ele no segundo tempo, quando o adversário já está um pouco mais cansado e ele consegue render mais", explicou Ceni.

O prazo para o São Paulo se posicionar ao Independiente sobre o futuro de Benítez se encerra em três semanas. Além da questão financeira, a diretoria do Tricolor também levará em consideração a opinião de seu treinador para tomar uma decisão.

"Prefiro que ele melhore fisicamente. Se ele crescer, fica mais tempo em campo. A decisão não é minha, é dele. Tem que pensar o que quer para a vida dele. Lógico que eu tenho interesse. Temos condições de comprar o Benítez? Essa é a pergunta que tem que ser feita".

São Paulo