PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Menon: "Está difícil entender como Benítez não joga no São Paulo"

Do UOL, em São Paulo

28/11/2021 04h00

Classificação e Jogos

O primeiro tempo do São Paulo diante do Sport, neste sábado (27), teve um roteiro bastante parecido com o dos últimos jogos do Tricolor: o time tinha volume de jogo, mas era pouco efetivo na conclusão das jogadas. O panorama mudou a partir da entrada de Benitez na segunda etapa. Bastaram poucos toques do meio-campista para o Tricolor abrir o placar e construir a vitória por 2 a 0, um importante passo na luta da equipe para escapar do rebaixamento.

Na Live do São Paulo, programa do UOL Esporte após os jogos do Tricolor, os jornalistas Bruno Grossi e Menon destacaram a importância do meio-campista para a equipe. Eles pediram mais oportunidades para Benítez, já que o time sente a falta de um jogador com as características dele para melhorar a qualidade ofensiva.

"Está difícil entender como ele não joga. Alguém pode falar que ele foi um horror contra o Fortaleza, quando começou jogando. Concordo, mas hoje [ontem], ele jogou muito bem. Falam que ele tem problema físico e que não tem entrega, mas ele estava a todo momento correndo, dando carrinho, pegando a bola e dando orientação para os jogadores. O Benítez fez uma partida espetacular. Tecnicamente, foi muito bem hoje [ontem]. Jogou muito mais do que o Vitor Bueno, a quem substituiu", elogiou Menon.

Grossi usou alguns números para ilustrar como o argentino tem sido decisivo para o Tricolor. "O Benitez entrou no segundo tempo no lugar do Vitor Bueno, fazendo a meia junto com Gabriel Sara. Cobrou uma falta muito bem para o Calleri, que contou com uma desatenção da defesa do Sport, que caiu no famoso 'gato'. Essa foi a sexta assistência do Benítez, que também fez quatro gols em 40 jogos. Assim como o Sara, ele tem uma participação direta em gol a cada quatro partidas, com a diferença que o Benítez tem bem menos minutos", apontou.

A decisão de deixar o argentino no banco diante do Sport deixou Grossi surpreso. "Eu acreditava que era um jogo bom para o Benítez começar, porque o Sport certamente ficaria retrancado e, para mim, tinha muita semelhança com o jogo contra o Ceará, que também se retrancou muito. E com a vantagem de que o time do Sport é menos físico e intenso do que o do Ceará, quando o Benítez jogou bem. Aos poucos, o Rogério o coloca em campo por mais minutos", avaliou.

Para Grossi, o meio-campista se enquadra no estilo de jogo preferido de Rogério Ceni e, por isso, tem ganhado mais oportunidades. "Ele já havia entrado bem nas partidas em que foi acionado. É um jogador que está melhorando nessa reta final com o Rogério Ceni. Vem tendo mais chances do que com o Crespo e está correspondendo. Claro que, em reta final de contrato, o jogador dá um gás a mais porque quer decidir a vida dele, mas acho que está rolando um encaixe maior. O Rogério gosta de um time mais rápido, vertical, e precisa de alguém que tenha uma capacidade boa de dar o passe mais à frente, que o Benítez tem", completou.

Não perca! A próxima edição da Live do São Paulo será na quinta-feira (2), logo após a partida contra o Grêmio pelo Brasileirão. Você pode acompanhar o programa pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do São Paulo no UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no Youtube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol