PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

"Fica, Navarro!" Botafoguenses pedem, mas renovação não será fácil

Rafael Navarro celebra após marcar para o Botafogo no jogo contra o Sampaio Corrêa, no estádio Nílton Santos, pela Série B - Jorge Rodrigues/Jorge Rodrigues/AGIF
Rafael Navarro celebra após marcar para o Botafogo no jogo contra o Sampaio Corrêa, no estádio Nílton Santos, pela Série B Imagem: Jorge Rodrigues/Jorge Rodrigues/AGIF

Colaboração para o UOL, de São Paulo

27/09/2021 04h00

Classificação e Jogos

Ainda que as atenções estivessem na estreia do lateral Rafael, um dos nomes mais exaltados pelos mais de 700 torcedores presentes no Nilton Santos foi o de Rafael Navarro. Autor do primeiro gol da vitória por 2 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, que deixou o time na vice-liderança da Série B, o atacante ouviu um "Fica, Navarro" quando foi substituído no fim do jogo, para a entrada de Rafael Moura.

Navarro tem contrato com o Botafogo até dezembro e viveu um mês de agosto de indecisões nos bastidores. De um lado, o clube carioca tentava sua renovação - ainda não concretizada. Do outro, o camisa 99 recebeu sondagens de times europeus. A principal delas foi do Anderlecht, da Bélgica, que não chegou a um acordo até o fechamento da janela.

Conseguir manter Navarro com certeza deixaria os botafoguenses bem felizes, principalmente se o time alcançar o acesso para a Série A. O atacante de 21 anos é o artilheiro e o principal garçom do Botafogo na temporada.

Contando com o de ontem, Navarro soma 10 gols pela Série B, além de outras oito assistências. Foi a 50ª partida dele pelo clube. Ainda faltam três para ele passar Léo Gamalho, que soma 12, e alcançar Edu, do Brusque, que tem 13.

Porém, há a questão financeira. O Botafogo corre o risco de comprometer muito do seu teto salarial caso renove com o atacante. Esse é o principal impasse entre a diretoria e o estafe do atacante. Foi justamente o bom desempenho de Navarro que fez os responsáveis pela carreira do jogador aumentar a pedida.

Navarro esteve em campo em 25 das 26 partidas do Fogão pela Série B. Vindo da base, ele ganhou chance após as saídas de Pedro Raul e Matheus Babi e continuou mantendo a titularidade mesmo após a chegada do veterano Rafael Moura.

Vale lembrar que Navarro tem feito uma grande parceria com Chay, outro nome que também tem contrato com o Botafogo até o fim do ano. Juntos, eles têm participação direta em 29 dos 39 gols marcados pelo Alvinegro na Série B.

Botafogo