PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2021

Botafogo reencontra torcida, vence e assume a vice-liderança da Série B

Rafael Navarro celebra após marcar para o Botafogo no jogo contra o Sampaio Corrêa, no estádio Nílton Santos, pela Série B - Jorge Rodrigues/Jorge Rodrigues/AGIF
Rafael Navarro celebra após marcar para o Botafogo no jogo contra o Sampaio Corrêa, no estádio Nílton Santos, pela Série B Imagem: Jorge Rodrigues/Jorge Rodrigues/AGIF

Colaboração para o UOL, de São Paulo

26/09/2021 20h15

Classificação e Jogos

No reencontro com sua torcida, o Botafogo venceu o Sampaio Côrrea por 2 a 0 em partida válida pela 26ª rodada da Série B. Os gols foram marcados por Rafael Navarro e Luís Oyama e colocaram o Fogão na vice-liderança da competição, agora cinco pontos atrás do líder Coritiba.

O jogo também contou com a estreia de Rafael, principal reforço do Fogão para essa temporada. Ele entrou na metade do segundo tempo, no lugar de Marco Antônio.

O Botafogo agora soma 47 pontos na Segundona, dois a mais que o Goiás. O Sampaio Côrrea, que amarga uma sequência de cinco jogos sem vencer, é o décimo com 36 pontos.

Na quarta-feira (29), o Botafogo vai ao Barradão, em Salvador, para enfrentar o Vitória. No dia seguinte, a Bolívia Querida recebe o Remo em São Luís.

Luís Oyama: dominante

Oyama tomou conta do meio campo do Botafogo. Além do gol, ele ajudou o Alvinegro também na distribuição de jogadas, com uma marca de 90% de passes certos na partida.

Joécio: descontrolado

Nos últimos minutos do primeiro tempo, Joécio fez falta dura em Chay. O lance foi revisto pela arbitragem de vídeo, que decidiu pela expulsão do zagueiro do time maranhense. Nervoso com o cartão vermelho, saiu de campo segurado pelos colegas de time e encarando o quarto árbitro que estava na beira do gramado.

Retorno da torcida ao Nilton Santos

Após cerca de um ano e meio, parte da torcida do Botafogo pode se reencontrar com o time do coração. A Prefeitura do Rio de Janeiro permitiu a venda de 30% de cada setor do Nilton Santos e 762 torcedores estiveram presentes na partida.

A estreia de Rafael

Aos 22 do segundo tempo, Rafael entrou no lugar de Marco Antônio para fazer a sua estreia com a camisa alvinegra. Principal contratação do Botafogo em 2021 e assumindo a 7 que já foi de Garrincha, o lateral ex-Manchester United e Lyon fez uma partida discreta, ainda pegando ritmo de jogo.

Mais um do artilheiro Navarro

O primeiro tempo no Nilton Santos seguia muito mais disputado no meio de campo que nas áreas. Até 30 minutos da primeira etapa, foram apenas quatro finalizações de ambos os times. Foi nos últimos 15 minutos que o Botafogo conseguiu arriscar mais, primeiro com Marco Antônio e depois com Carlinhos.

Aos 41 minutos, Chay cobrou uma falta que encontrou Rafael Navarro por entre a defesa do Sampaio. Com uma cabeçada forte, Navarro abriu o placar e marcou o seu 11º gol na temporada.

VAR em ação

No comecinho do segundo tempo, o árbitro flagrou um toque de mão de um jogador do Sampaio após cobrança de escanteio do Fogão. Ele chegou a marcar o pênalti em campo, mas após ser orientado pelo VAR a revisar o lance, voltou atrás. No entendimento de Paulo Cesar Zanovelli não houve intenção de bloquear a bola aérea.

Oyama põe números finais

Aos 32 do segundo tempo, Oyama, um dos destaques do time na noite de hoje, recebeu a bola pelo lado esquerdo e finalizou direto ao gol, surpreendendo o goleiro Mota.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 0 SAMPAIO CORRÊA

Competição: Campeonato Brasileiro Série B (26ª rodada)
Data: 26 de setembro de 2021, domingo
Hora: 18h15, de Brasília
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro/RJ
Público: 762 torcedores
Renda: R$ 38.460
Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli da Silva (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (ambos do MG)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Gols: Rafael Navarro (Botafogo) aos 41' do 1ºT e Luís Oyama (Botafogo) aos 32' do 2ºT
Cartões amarelos: Barreto e Matheus Frizzo (Botafogo); Mascarenhas, Watson e Betinho (Sampaio Côrrea)
Cartões vermelhos: Joécio (Sampaio Côrrea)

Botafogo: Diego Loureiro; Daniel Borges, Joel Carli, Gilvan e Carlinhos; Barreto (Matheus Frizzo), Luís Oyama, Marco Antônio (Rafael), Chay (Enio) e Diego Gonçalves (Luiz Henrique); Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Enderson Moreira

Sampaio Corrêa: Mota; Watson, Joécio, Eder Lima e Mascarenhas; Betinho (Nadson), Ferreira, Eloir (Jean Silva) e Léo Artur (Allan); Pimentinha (Jarro Pedroso) e Ciel (Jackson). Técnico: Felipe Surian