PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Mattos: "Vitórias com Renato foram boas, mas maquiaram falhas do Fla"

Do UOL, em São Paulo

08/08/2021 22h02

Classificação e Jogos

Acabou a invencibilidade do Flamengo sob o comando de Renato Gaúcho. E foi de uma forma impiedosa: neste domingo (8), em jogo válido pelo Brasileirão no Maracanã, o Internacional goleou por 4 a 0 o time rubro-negro, que ainda teve Gabigol expulso e viu acabar a série de sete vitórias com o treinador.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Isabela Labate, Rodrigo Mattos, Diego Garcia e Rodolfo Rodrigues - os comentaristas analisaram a partida e os motivos pelos quais o Flamengo, que até então acumulava vitórias e goleadas, caiu diante do Internacional po rum placar tão elástico.

Geralmente, a defesa logo recebe olhares críticos após um resultado assim. Para Mattos, os demais setores do Fla também apresentaram falhas. "O time inteiro foi mal. No primeiro tempo, nos 20 minutos iniciais, o Flamengo teve maior presença de ataque, mas errando muito as tomadas de decisão, passe, conclusão. Os jogadores ofensivos tiveram uma noite lamentável. Para o Flamengo, tem que começar a entender que essas sete vitorias com o Renato foram muito boas, mas maquiaram determinadas falhas do time.", opinou.

Diego destacou a estratégia acertada do Inter como um dos pontos fundamentais para a construção do resultado. "Foi uma noite terrível para o Flamengo no Maracanã. Foi um dos piores jogos que vi do Fla. O Inter teve uma atuação praticamente perfeita com a proposta que teve, de poucos passes e apostar no contra-ataque e nas bolas longas para o Yuri Alberto. Uma atuação irretocável do Inter e todo mundo mal no Flamengo, algo atípico e inesperado. O Renato faz um ótimo trabalho e não foi culpa dele", comentou.

Para Rodrigues, a goleada mostra que nem tudo está tão bem assim para o time da Gávea. "O Flamengo tomou do seu próprio veneno. Contra o São Paulo, não fez por merecer a vitória por 5 a 1. o resultado não refletiu o que foi o jogo. Hoje, tomou um baile, mas não era para ser tão castigado. É um resultado cruel, assim como foi para o São Paulo. É um balde de água fria. O Fla tinha uma média altíssima de gols e tomou uma chacoalhada. Dá uma desestabilizada e liga o sinal de alerta", opinou.

Para Mattos, o Fla precisa discutir o que houve de errado nesta partida e corrigir os erros, como o verificado no setor defensivo. "A defesa jogou desprotegida. Havia um buraco entre a defesa e os volantes, que era onde o Inter jogou. Eles fizeram uma tática de jogar no contra-ataque. Encaixou muito. O placar refletiu o jogo. O Filipe Luis teve uma atuação muito ruim, com uma avenida ali. No gol do Taison, ele foi atropelado. Tem lições para os dois times e é muito ruim para o Flamengo, que estava se aproximando da liderança. Vinha com uma boa sequência de vitórias. Vai ter que compensar isso em rodadas futuras, mas tem que entender porque tomou essa goleada", finalizou.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol