PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians: valorizado, João Victor deve igualar melhor marca na carreira

Joao Victor, jogador do Corinthians durante partida contra o Fluminense no estádio Sao Januario pelo campeonato Brasileiro A 2021.  - Jorge Rodrigues/Jorge Rodrigues/AGIF
Joao Victor, jogador do Corinthians durante partida contra o Fluminense no estádio Sao Januario pelo campeonato Brasileiro A 2021. Imagem: Jorge Rodrigues/Jorge Rodrigues/AGIF

Do UOL, em São Paulo

31/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

Companheiro de Gil na linha de zaga do Corinthians, João Victor está prestes a igualar o recorde de partidas como titular em sua carreira. Se entrar em campo contra o Flamengo, amanhã (1º), na Neo Química Arena, o jogador alcançará a marca de 14 jogos seguidos sendo a primeira escolha de Sylvinho no Alvinegro em compromissos por Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

A maior sequência do zagueiro aconteceu ano passado, no Atlético-GO, quando jogou emprestado pelo Corinthians e conseguiu se destacar no cenário nacional. De volta ao CT Joaquim Grava, o jogador iniciou a temporada disputando posição com Raul Gustavo, Jemerson e Bruno Méndez —os dois últimos deixaram o Timão recentemente. Com a mudança da comissão técnica, ganhou a confiança de Sylvinho e se tornou titular absoluto.

"É um motivo de muita felicidade. Saber que em um clube gigante como o Corinthians eu estou prestes a igualar minha maior sequência da carreira como titular no profissional me deixa muito orgulhoso e ainda mais motivado para seguir trabalhando e evoluindo. Amadureci demais no Atlético-GO na temporada passada e sinto que aqui no Corinthians também tenho feito um bom trabalho. Ainda é o início da minha trajetória, tenho muito a evoluir, mas estou muito contente com o que venho fazendo até aqui", afirmou o jogador.

Por conta da evolução apresentada por João Victor e também de sua juventude (tem 23 anos), a diretoria do Corinthians agiu nos bastidores para se proteger de uma eventual saída. Em maio, o zagueiro renovou seu contrato até o fim de dezembro de 2023 com uma multa de 50 milhões de euros (R$ 303 milhões na cotação atual) para o mercado internacional.

Como o UOL Esporte mostrou recentemente, o Corinthians aguarda a chegada do mês de agosto, quando se intensificam as negociações no mercado europeu. O clube espera concretizar algumas vendas e encher os cofres. No entanto, no caso de João Victor, há um projeto de longo prazo, visto que a comissão técnica vê um grande potencial em seu futebol para formar um time competitivo nos próximos anos.

Depois de retornar ao clube do Parque São Jorge com o objetivo de jogar entre os titulares, o zagueiro agora traça metas mais ousadas. Até o fim do Brasileirão, João Victor espera atuar em todas as partidas da competição nacional e, para isso, está de olhos bem atentos nas suspensões por cartões e também nas lesões.

"Minha meta é poder atuar e ajudar em todos os jogos até o fim da temporada. Sabemos que isso é raro, tanto por questão de cartões como por lesões, mas venho cometendo poucas faltas e quem sabe não consigo manter essa sequência até o final. Obviamente que para isso preciso também manter e até elevar o meu nível junto com a equipe, mas estou trabalhando forte e absorvendo cada dia mais o modelo de jogo do professor Sylvinho", concluiu o jogador, que tem mais 25 partidas pela frente até o fim da temporada.

No domingo, às 16h (horário de Brasília), o Corinthians encara o Flamengo na Neo Química Arena pela 14ª rodada do Brasileirão. O Alvinegro está na 10ª colocação, com 17 pontos e tenta se aproximar do grupo dos seis primeiros e, consequentemente, daqueles que disputarão a Libertadores no ano que vem.

Corinthians