PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Mattos: "Crespo teve muitos méritos. Preparou bem o São Paulo e deu certo"

Do UOL, em São Paulo

21/07/2021 01h13

Classificação e Jogos

Em noite inspirada, o São Paulo se classificou para as quartas de final da Libertadores. Nesta terça-feira (20), o Tricolor jogou muito bem e venceu o Racing por 3 a 1 na Argentina. As apostas do técnico Hernán Crespo se mostraram acertadas, principalmente com a escalação dos jovens Welington e Marquinhos - este último com participação direta nos três gols da equipe.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Isabella Ayami, Menon, Rodrigo Mattos e Rodolfo Rodrigues - os comentaristas analisaram a classificação do São Paulo e elogiaram a ousadia de Crespo ao montar a equipe.

"Crespo teve muitos méritos no jogo de hoje. Não só pela escalação do Marquinhos, mas também do Welington no lugar do Reinaldo. É algo que ele já vem utilizando em outros jogos. O Welington dá um toque de bola que o Reinaldo, embora seja um jogador ofensivamente bom, não dá. E também adiantando o Rigoni para jogar de atacante ao lado do Marquinhos. Ele preparou bem o time para esse jogo e deu certo", analisou Mattos.

Menon chamou a atenção para outra mudança feita pelo treinador: um meio-campo mais ofensivo formado por Liziero, Benítez e Gabriel Sara, com Luan no banco de reservas. "Achei que o Crespo acertou muito. A maior ousadia foi tirar o Luan, que é o jogador mais defensivo do meio-campo. Deu tudo certo para o São Paulo, com bons jogadores e o técnico indo bem. Conseguiu uma vitória que pouca gente esperava", comentou.

Para Mattos, Crespo foi ousado ao optar por jovens atletas em uma partida decisiva, em vez de escalar nomes com maior experiência. "É muito difícil ver um técnico brasileiro apostar em jogadores jovens em partidas decisivas. Eles sempre se escoram nos mais cascudos. Seria muito fácil para o Crespo colocar atacantes que não estão funcionando, como Vitor Bueno, e se eximir. Era uma aposta arriscadíssima e podia ser esculhambado por botar um garoto", observou o colunista.

Rodrigues enfatizou o acerto na escalação de Marquinhos, um dos melhores em campo. "Dou crédito todo para o Crespo, que teve participação fundamental nessa classificação do São Paulo. Ele conseguiu escalar muito bem o time e acertou em cheio com o Marquinhos. O menino jogou muito, participou dos três gols: fez um, deu uma assistência e esteve na jogada do primeiro. O São Paulo conseguiu se classificar de forma imponente e vai com moral para as quartas", afirmou.

O bom nível do futebol apresentado contra o Racing fez Mattos comparar a atuação desta noite com a das finais do Paulistão contra o Palmeiras. "Se você pensar e comparar com o time que jogou as finais do Paulista, teve algumas mudanças, mas jogou naquele estilo. Foi seguro na defesa graças ao Miranda, na minha opinião o melhor em campo, com transição rápida, com toque de boa coordenado, principalmente pela esquerda com o Welington. Realmente foi uma grande atuação", finalizou.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol