PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Patrick de Paula volta a se desculpar com organizada após flagra em balada

Patrick de Paula lamenta a derrota do Palmeiras para o Tigres na semifinal do Mundial de Clubes - Mohamed Farag - FIFA/FIFA via Getty Images
Patrick de Paula lamenta a derrota do Palmeiras para o Tigres na semifinal do Mundial de Clubes Imagem: Mohamed Farag - FIFA/FIFA via Getty Images

Diego Iwata Lima

De São Paulo

21/06/2021 16h16

Classificação e Jogos

O volante Patrick de Paula fez contato e pediu desculpas novamente à torcida organizada Mancha Alviverde, nesta segunda (21), depois do incidente ocorrido no Tatuapé, quando ele foi flagrado deixando uma casa noturna e precisou ser protegido por seguranças.

O jogador já fizera contato também para se desculpar, no domingo (20), devido ao incidente do brinco que ele tentou usar em campo camuflado, que o fez ficar sete minutos do lado de fora do campo enquanto o time sofria pressão do América-MG no Allianz Parque.

A mensagem do jogador foi em tom de reconhecimento do erro, pedido de perdão e promessa de que não voltaria a acontecer.

Patrick, que já havia sido advertido e multado pelo incidente da manhã de domingo, somadas as duas sanções, será multado em 40% de seu salário, segundo o UOL apurou, e ficará afastado por tempo indeterminado, no mínimo até que seu exame PCR confirme que ele não está contaminado com o coronavírus.

O caso de Patrick é o segundo do tipo em menos de uma semana. Na madrugada de quinta para sexta-feira, Lucas Lima foi flagrado deixando um evento clandestino no bairro da Vila Olímpia, zona oeste de São Paulo. o Meia também foi afastado indefinidamente e multado pelo clube.

Futebol