PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2020/2021

Chelsea vence o City com gol de Havertz e fatura a Champions pela 2ª vez

Do UOL, em São Paulo

29/05/2021 17h57

Classificação e Jogos

Pela segunda vez, a Europa é do Chelsea. O time londrino venceu o Manchester City por 1 a 0 na tarde de hoje (29), no estádio do Dragão, na cidade de Porto (POR), e conquistou a Liga dos Campeões após nove anos. Kai Havertz anotou o gol da vitória.

Diante de 14.110 torcedores, a expectativa era pela volta de Pep Guardiola à final da Champions após dez anos. Mas brilhou a estrela do técnico Thomas Tuchel, que levou o Chelsea ao título quase um ano depois do vice com o PSG.

Esta é a segunda conquista do Chelsea na Champions. Os Blues haviam vencido a competição pela primeira vez em 2012. Já o City, que fez a sua estreia na decisão, segue sem o tão sonhado título.

Havertz desencanta na hora certa

O primeiro gol de Kai Havertz na Champions não poderia ser mais decisivo. O alemão desencantou ao anotar o seu primeiro gol na competição e garantir o triunfo do Chelsea. A tarde dele poderia ter sido ainda melhor se Pulisic tivesse marcado após passe açucarado do companheiro. Foi o nome da decisão.

De Bruyne vai mal e deixa o campo com olho roxo

Um dos principais nomes do City, Kevin De Bruyne esteve longe da sua melhor forma. Pior: precisou deixar a partida aos 14 minutos do segundo tempo depois de um choque forte com Rüdiger. O belga levou a pior na disputa e ficou bastante tempo caído no gramado. Quando levantou, De Bruyne tinha o olho roxo e foi acompanhado pelos médicos para fora das quatro linhas. Ele saiu do jogo chorando para a entrada de Gabriel Jesus.

De Bruyne - Marc Atkins/Getty Images - Marc Atkins/Getty Images
De Bruyne chora após precisar deixar o jogo da final da Champions
Imagem: Marc Atkins/Getty Images

Chelsea surpreende e abre vantagem

Se para muitos o City era o favorito, o Chelsea mostrou logo cedo que as coisas não seriam bem assim. Foram do time londrino as primeiras boas chances criadas na partida. Mesmo quando o Manchester reagiu e também levou perigo, a eficiência esteve do lado dos Blues e o alemão Havertz colocou a equipe em vantagem pouco antes do intervalo.

O gol do Chelsea saiu aos 42 minutos. Mount recebeu a bola pela esquerda e deu passe milimétrico para Havertz, que partiu em velocidade, driblou o goleiro Ederson e mandou para a rede. Foi o primeiro gol de Havertz na Champions.

City não 'encaixa' na decisão

Muito se falou do coletivo do Manchester City antes da decisão. O jogo da equipe de Guardiola, porém, não encaixou contra o rival — mais uma vez. Esta foi a terceira derrota do City em quatro jogos contra o Chelsea na temporada.

Diante do Chelsea bem postado, o City não conseguiu fazer valer o seu conjunto e não teve efetividade para chegar ao gol adversário. Uma das melhores chances aconteceu já nos acréscimos, quando Mahrez finalizou com perigo.

Thiago Silva sente lesão e sai no 1º tempo

A segunda final de Champions consecutiva de Thiago Silva acabou antes do intervalo. O zagueiro brasileiro sentiu uma lesão na virilha e precisou ser substituído aos 38 minutos do primeiro tempo. Ele deu lugar a Christensen.

Thiago Silva virou preocupação para o técnico Thomas Tuchel perto dos 35 minutos. Ele levou a mão à virilha e precisou receber atendimento fora de campo. O defensor ainda tentou seguir na partida, mas pediu para sair logo na sequência.

Tuchel leva a melhor contra Guardiola

No duelo dos treinadores, quem levou a melhor foi Thomas Tuchel. Em sua segunda final consecutiva de Champions, o treinador conseguiu um roteiro diferente do vice com o PSG na temporada passada e comandou o Chelsea na conquista. Guardiola, por sua vez, vê a possibilidade de conquistar o seu quarto título de Champions escapar — ele foi três vezes campeão do torneio com o Barcelona (uma como jogador e duas como técnico).