PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

RMP: "Fluminense é o único que faz frente ao Flamengo no Rio"

Do UOL, em São Paulo

10/05/2021 04h00

Classificação e Jogos

Assim como em 2020, um Fla-Flu vai definir o campeão carioca desta temporada. Neste domingo (9), o Fluminense venceu a Portuguesa por 3 a 1 no Maracanã e assegurou presença na decisão contra o Flamengo, que eliminou o Volta Redonda no sábado. No ano passado, deu Fla; e agora, como a história será escrita?

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Isabela Labate, Renato Maurício Prado, Menon e Rodrigo Mattos - discutiram sobre a final do Carioca e tentaram apontar quem é o maior favorito à conquista do título estadual.

Para Renato, o Flamengo tem maiores chances de ficar com a taça, mas terá pela frente o adversário mais complicado possível. "O Flamengo é favorito, indiscutível. É mais time e está jogando melhor, mas o Fla-Flu é sempre um clássico enrolado. Diria que as chances são de 65-35, mas não é uma barbada. Sendo uma decisão em duas partidas e sem vantagem do empate, o Flamengo tem mais chance de prevalecer. O Fluminense é o único adversário que vai fazer frente ao Flamengo no Rio", avaliou.

Mattos concorda e acha que o atual time do Fluminense é ainda melhor do que o do ano passado. "O Flu é o único time do Rio que bate de frente com o Flamengo. Já venceu com titulares no Brasileiro. Fez duas finais competitivas na época em que o Jorge Jesus ainda estava no Fla. Prevejo jogos duros. O Fluminense tem um time mais encorpado do que o do Carioca do ano passado, com mais alternativas", comentou.

A mistura entre a experiência e a juventude pode ser o diferencial a favor do Fluminense, na visão de Renato. "Se o Fluminense jogar com o Kayky de um lado e Gabriel Teixeira do outro, fica um time bastante insinuante. Você ainda tem os velhinhos, Fred e Nenê", citou.

As "crias de Xerém" ganharam elogios de Mattos. "Gabriel Teixeira, Kayky e Luiz Henrique são belas opções e dão trabalho. O Flamengo é favorito, mas se o Flu for campeão, não vai acabar o mundo. As chances são 60-40, para mim. É meio impressionante o que o Fluminense conseguiu em uma situação de crise Xerém explica muito", finalizou.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol