PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Flu vence Portuguesa com show de Kayky e pega o Fla na final do Carioca

Do UOL, no Rio de Janeiro

09/05/2021 17h51

Classificação e Jogos

Mais uma vez coube à "Fábrica de Xerém" resolver para o Fluminense. Com show da joia Kayky, que fez um gol e deu uma assistência, o Tricolor venceu a Portuguesa por 3 a 1 no Maracanã e avançou para a final do Campeonato Carioca, onde fará o clássico com seu rival Flamengo, que eliminou o Volta Redonda. Os demais gols da partida foram marcados por Yago Felipe e Gabriel Teixeira, outra promessa da base tricolor. Chay fez o de honra para a Lusa.

A decisão do Estadual será realizada nos dois próximos fins de semana no Maracanã, e o Flu tem a missão de impedir o tricampeonato rubro-negro. O último título carioca do clube das Laranjeiras foi em 2012.

Na próxima quarta-feira (12) o Fluminense vira a chave para a Copa Libertadores, quando enfrenta o Independiente Santa Fé (COL) pela fase de grupos.

Meninos de Xerém decidem

O Fluminense fazia uma partida dura contra o bom time da Portuguesa, mas a entrada de Kayky e a parceria do jovem com Gabriel Teixeira acabou desmontando o sistema defensivo da Lusa, fazendo com que o Tricolor chegasse à vitória e conquistasse a vaga para a final do Campeonato Carioca.

Kayky - O melhor

A joia de 17 anos precisou de apenas um tempo para se tornar o melhor da partida. Ele entrou no intervalo, no lugar de Cazares, e fez um gol, deu uma assistência e infernizou o lado esquerdo da zaga da Portuguesa.

Cazares - O pior

O equatoriano teve uma tarde apagada e não conseguiu assustar nem na bola parada. Foi substituído no intervalo por Kayky.

Que golaço de Yago Felipe!

O Fluminense abriu o placar aos 21 minutos do primeiro tempo, quando Yago Felipe recebeu na entrada da área e, com categoria, chutou colocado, no ângulo e sem chances para o goleiro Neguete. Golaço!

Pênalti e muita reclamação

Aos 40 minutos do primeiro tempo, Jhulliam foi derrubado por Marcos Felipe e a arbitragem assinalou pênalti. O banco de reservas do Fluminense reclamou bastante alegando que houve erro na marcação de uma falta de Martinelli no início da jogada.

Chay bate com categoria e empata

Chay, que não tinha nada com isso, bateu com categoria — com bola de um lado e goleiro para o outro — e empatou para a Portuguesa.

Na trave!

No segundo tempo, Egídio cobrou uma falta na lateral direita e surpreendeu o goleiro Neguete, batendo direto para o gol. A bola foi com veneno e bateu no travessão.

Flu desempata em jogada dos garotos

O Fluminense chegou ao 2 a 1 com dez minutos do segundo tempo, quando Kayky fez uma grande jogada pela direita, foi ao fundo e cruzou para Gabriel Teixeira, que teve calma para dominar e fuzilar o gol de Neguete.

Segura o Kayky que eu quero ver!

Endiabrado, Kayky recebeu novamente pela direita aos 21 e partiu para dentro com sua habitual velocidade, invadindo a área sem que ninguém o parasse e tocando por baixo do goleiro Neguete, fazendo o 3 a 1.

Mosaico tricolor

O mosaico do Fluminense na partida foi um trecho de uma música da torcida: "Meu coração acelera".

A chegada do Fluminense

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 3 x 1 PORTUGUESA-RJ

Data/Hora: 09/05/2021, às 16h (de Brasília)

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Auxiliares: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha e Daniel do Espírito Santo Parro
Árbitro de vídeo: Carlos Eduardo Nunes Braga
Cartões amarelos: Yago Felipe, Wellington, Bobadilla (FLU); Diego Guerra, Luis Gustavo, Chay, Robert, Douglas Eskilo (POR)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Yago Felipe, aos 21 minutos do primeiro tempo (FLU); Chay, aos 41 minutos do primeiro tempo (POR); Gabriel Teixeira, aos 10 minutos do segundo tempo (FLU); Kayky, aos 21 minutos do segundo tempo (FLU)

Fluminense: Marcos Felipe, Samuel Xavier, Manoel, Nino e Egídio; Martinelli (Calegari), Yago Felipe (Wellington), Cazares (Kayky) e Ganso (Lucca); Gabriel Teixeira e Abel Hernández (Bobadilla). Técnico: Roger Machado.

Portuguesa-RJ: Neguete; Watson, Pedro (Andrezinho), Diego Guerra e Muniz; Mauro Silva, Cafú (Rafael Pernão) e Chay (Robert); Jhulliam (Douglas Eskilo), Luis Gustavo e Romarinho (Patrick Valverde). Técnico: Felipe Surian.

Fluminense