PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2021

Palmeiras abre vantagem, mas Corinthians busca empate em Dérbi 'diferente'

Yago Rudá

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/03/2021 20h57

Classificação e Jogos

Corinthians e Palmeiras escreveram mais um capítulo da história do dérbi paulista. Hoje, mesmo recheados de mudanças em suas equipes, os rivais fizeram uma partida disputada e ficaram no empate, em 2 a 2, na Neo Química Arena. O Verdão abriu dois gols de vantagem no primeiro tempo, mas o Alvinegro conseguiu buscar o resultado em partida válida pela 2ª rodada do Paulistão.

Mandante do confronto, o Corinthians teve 15 desfalques para o clássico. Além dos nove jogadores com covid-19, o Timão não pôde contar com cinco atletas entregues ao departamento médico e também com o volante Camacho, com suspeita de infecção pelo vírus. Focado na final da Copa do Brasil, o Palmeiras poupou a maioria de seus titulares e mandou a campo vários atletas formados na categoria de base.

Mosaico da Gaviões gera polêmica

Principal organizada do Corinthians, a Gaviões da Fiel desenhou um mosaico no setor leste da Neo Química Arena com os seguintes dizeres: '2000-2012 - nunca serão' em alusão ao fracasso do Palmeiras no Mundial de Clubes da última temporada e, claro, aos títulos do Timão no torneio. O Ministério Público e a Polícia Militar entenderam que a mensagem incitava a violência e solicitaram a retirada, mas o Corinthians não concordou com o pedido já que discordou da avaliação dos órgãos de Estado.

Noite dos estreantes

O Dérbi foi marcante para alguns garotos de ambas as equipes. Pelo lado do Corinthians, o goleiro Matheus Donelli e o atacante Antony fizeram suas estreias como profissionais. Mesma sensação vivida por Gustavo Garcia, Giovani e Fabinho, formados na base do Palmeiras. Embora já tenham estreado anteriormente, o corintiano Rodrigo Varanda e o palmeirense Gabriel Silva marcaram gol pela primeira vez em suas respectivas carreiras.

Chuva atrapalhou o espetáculo

A forte chuva que caiu na zona leste da capital paulista atrapalhou o rendimento de Corinthians e Palmeiras no Dérbi Paulista. A água encharcou o gramado da Neo Química Arena, a drenagem não aguentou o volume da chuva, e o campo ficou com diversas poças nos últimos 15 minutos do primeiro tempo. A bola praticamente não rolou e ambas as equipes apostaram nas jogadas pelo alto, já que a dificuldade na troca de passes foi gigantesca.

Palmeiras abre vantagem, mas Corinthians diminui no primeiro tempo

Os 45 minutos iniciais do Dérbi paulista reservaram grandes emoções aos torcedores de Corinthians e Palmeiras. Logo no início da partida, o colombiano Cantillo errou passe na saída de bola, o palmeirense Danilo recuperou a posse de bola, avançou e tocou para Lucas Lima. O meia invadiu a área corintiana e bateu com categoria, no canto, sem chances de defesa para Matheus Donelli.

Na sequência, já com a chuva atrapalhando o jogo, o Palmeiras teve rápido contra-ataque pela direita com o atacante Willian, que deu passe na medida para Gabriel Silva chegar dentro da área do Corinthians e, de carrinho, marcar o segundo do Verdão e o seu primeiro gol como profissional na carreira.

Mesmo perdendo por 2x0, o Corinthians jogava bem e chegava ao gol defendido por Vinícius Silvestre. Em uma bola lançada na área, Jô desviou, Gabriel Menino escorregou em uma poça d'água ao tentar o corte e Mateus Vital ficou livre para finalizar e diminuir o resultado para o Timão na Neo Química Arena.

Os 14 segundos de Otero

A cena curiosa do clássico paulista ficou por conta do venezuelano Otero, do Corinthians. O jogador entrou na partida no segundo tempo, na vaga de Cazares, e com apenas 14 segundos em campo fez falta em Danilo e recebeu o cartão amarelo.

Corinthians empata e partida esfria em Itaquera

Se o primeiro tempo foi corrido e com boas chances para ambos os lados, a etapa final deixou a desejar. O Corinthians conseguiu o empate logo aos 2 minutos, com o atacante Rodrigo Varanda fazendo o pivô dentro da área. Depois disso, no entanto, a partida esfriou e pouquíssimas chances foram criadas pelos rivais. O Timão ensaiou uma pressão no fim, mas o Palmeiras conseguiu se segurar com o campo seco.

Próximos jogos

No domingo, o Palmeiras vai em busca de mais um título ainda pela temporada 2020. Em casa, o Verdão recebe o Grêmio, às 18h (de Brasília), pelo segundo e decisivo jogo da Copa do Brasil. Na partida de ida, no Sul, o Alviverde venceu por 1 a 0. O Corinthians entra em campo no mesmo dia, às 11h, mas para enfrentar a Ponte Preta, pela sequência do Campeonato Paulista.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2x2 PALMEIRAS

Motivo: 2ª rodada do Campeonato Paulista

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Data e horário: 3/3/2021 (quarta-feira), às 19h (de Brasília)

Árbitro: Edina Alves Batista (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Neuza Inês Back (SP)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Cartão amarelo: Otero e Xavier (Corinthians); Fabinho e Renan (Palmeiras)

Cartão vermelho: -

Gols: Lucas Lima, aos 4' do primeiro tempo (0-1); Gabriel Silva, aos 25' do primeiro tempo (0-2); Mateus Vital, aos 35' do primeiro tempo (1-2); Rodrigo Varanda, aos 2' do segundo tempo (2-2)

Corinthians: Matheus Donelli; Bruno Méndez, Jemerson, Gil e Lucas Piton; Roni e Cantillo (Xavier); Rodrigo Varanda (Luan), Cazares (Otero) e Mateus Vital (Antony); Jô. Técnico: Vagner Mancini

Palmeiras: Vinícius Silvestre; Gabriel Menino (Fabinho), Luan, Renan e Lucas Esteves; Danilo, Lucas Lima (Victor Luis) e Gustavo Scarpa (Giovani); Breno Lopes, Gabriel Silva (Rafael Elias) e Willian (Gustavo Garcia). Técnico: Abel Ferreira.