PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo define carências no elenco e busca reforços ao lado de Crespo

Hernán Crespo, técnico do São Paulo, procura reforços ao lado do departamento de futebol - Divulgação/São Paulo FC
Hernán Crespo, técnico do São Paulo, procura reforços ao lado do departamento de futebol Imagem: Divulgação/São Paulo FC

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

21/02/2021 04h00

A diretoria do São Paulo e Hernán Crespo conversam sobre os reforços para a próxima temporada. Atentos ao mercado da bola, eles definem as posições consideradas carentes no plantel e as ações na busca por nomes.

Sem dinheiro em caixa para buscar reforços — o orçamento prevê R$ 37 milhões à disposição do departamento de futebol para contratações —, o clube detectou algumas necessidades no elenco. A cúpula e a comissão técnica querem as chegadas de zagueiro, lateral direito, volante e atacantes.

Bruno Rodrigues, que atua como ponta pelo lado direito do campo, foi o primeiro reforço da temporada. O atleta de 23 anos, que pertence ao Tombense-MG, reforça o Tricolor paulista por empréstimo até dezembro de 2021. Ele, contudo, não deve ser o único atleta da posição a chegar no time neste mercado da bola. Há outros nomes que agradam ao departamento de futebol e que são analisados minuciosamente.

Hernán Crespo também contribui na busca por nomes. O ex-técnico do Defensa y Justicia, da Argentina, já entregou uma lista de atletas que o interessam. Ele também está disposto a receber indicações do departamento de futebol.

O ataque, visto como uma das maiores carência, também deve contar com a chegada de um centroavante, sobretudo depois da venda de Brenner ao FC Cincinnati, dos Estados Unidos, por mais de R$ 81 milhões. O clube procura um novo camisa 9 no mercado da bola.

A zaga também é outra prioridade da comissão técnica e do departamento de futebol. Kanu, do Botafogo, e Miranda, perto de rescisão com o Jiangsu Suning, da China, são nomes que agradam. O São Paulo fez uma proposta de R$ 4,2 milhões por 50% dos direitos econômicos do defensor do Botafogo e também conversa com o ídolo Miranda. No entanto, vê a pedida salarial do zagueiro como um empecilho neste momento.

A lateral direita, que deve ficar sem Juanfran em 2021, também é uma prioridade da diretoria. A situação de Orejuela, que pertence ao Cruzeiro, foi consultada pela diretoria. A alta pedida dos mineiros, que querem cerca de R$ 20 milhões pela liberação do atleta, é o que trava uma negociação pelo colombiano. O jogador tem salários que cabem no orçamento do clube do Morumbi.

Além das posições citadas, o São Paulo procura um volante que possa ser reserva de Luan. Hoje, a diretoria tem a sensação de que não há um substituto para o meio-campista em caso de ausência no decorrer da temporada. Os dirigentes e a comissão técnica procuram um nome para a posição no mercado da bola.

São Paulo