PUBLICIDADE
Topo

Futebol

São Paulo aumenta oferta por Kanu e propõe R$ 4,2 milhões ao Botafogo

Kanu, jogador do Botafogo, está na mira do São Paulo no mercado da bola - Vitor Silva/Botafogo/Divulgação
Kanu, jogador do Botafogo, está na mira do São Paulo no mercado da bola Imagem: Vitor Silva/Botafogo/Divulgação

Alexandre Araújo e Thiago Fernandes

Do UOL, no Rio de Janeiro e em São Paulo

19/02/2021 11h42

O São Paulo aumentou a proposta para contar o zagueiro Kanu, do Botafogo, no mercado da bola. Depois de oferecer R$ 3,2 milhões parcelados por 60% dos direitos econômicos, o clube enviou na manhã de hoje (19) uma oferta de R$ 4,2 milhões por 50% dos direitos.

Ainda ontem (18), o Botafogo havia pedido um valor maior para negociar o defensor de 23 anos. A ideia dos cariocas era vender a mesma fatia dos direitos por R$ 6 milhões. O montante solicitado já era inferior ao requerido inicialmente, quando exigiu R$ 9 milhões pelo percentual.

A busca do São Paulo por um zagueiro é uma solicitação da comissão técnica de Hernán Crespo, que costuma utilizar três zagueiros em uma de suas formações prediletas. Kanu teve o nome apresentado ao argentino e foi aprovado.

Há o desejo do atleta de se transferir para o Morumbi no mercado da bola. Ele já informou ao seu estafe que aprova a ida para a capital paulista. Porém, aguarda um acordo entre as partes para se manifestar publicamente.

Na campanha ruim do Botafogo no Campeonato Brasileiro, com rebaixamento decretado na 34ª rodada, Kanu foi um dos poucos nomes a se destacar. No Alvinegro desde 2014, quando chegou para o time sub-17, ele foi promovido em 2019 e se tornou titular no ano passado, ao lado de Marcelo Benevenuto, de quem já havia sido companheiro na base.

Em abril do ano passado, o contrato do zagueiro com o Botafogo foi renovado até o fim de 2022. Atualmente, o Alvinegro carioca tem 80% dos direitos do jogador.

Em meio a uma reformulação no elenco, os cariocas têm Kanu nos planos, mas, ao mesmo tempo, veem no jogador a oportunidade de realizar uma transação e fazer caixa para aliviar um pouco a crise financeira que atravessa — o clube já sabe que enfrentará uma drástica redução orçamentária em relação aos direitos de TV ao cair para a Série B.

Recentemente, inclusive, o zagueiro esteve perto do adeus a General Severiano. O Cruz Azul, do México, tentou a contratação em um vínculo por empréstimo com opção de compra, mas os clubes não chegaram a um denominador comum em relação aos valores, e o negócio estagnou.

Na ocasião, o Glorioso pediu 400 mil dólares, cerca de R$ 2,1 milhões, pelo empréstimo e, ao fim deste período, algo em torno de 4 milhões de dólares, aproximadamente R$ 21 milhões na cotação atual, para que os mexicanos adquirissem os direitos. Vale ressaltar que, caso o pagamento fosse feito em julho, o valor seria 3,2 milhões de dólares, R$ 17 milhões.

Futebol