PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Abel valoriza laboratório do Brasileirão e não descarta sub-20 no Paulistão

Lucas Esteves em jogo do Palmeiras contra o Coritiba - Cesar Greco/SE Palmeiras
Lucas Esteves em jogo do Palmeiras contra o Coritiba Imagem: Cesar Greco/SE Palmeiras

Eder Traskini

Do UOL, em Santos (SP)

18/02/2021 04h00

O técnico Abel Ferreira encontrou pontos positivos na derrota do Palmeiras por 1 a 0 para o Coritiba, na noite de ontem (17), no Couto Pereira, pela 35ª rodada do Brasileirão. Para o português, a chance e a rodagem para os jovens do elenco é importante.

O treinador do Verdão destacou os jovens Lucas Esteves e Renan, além do goleiro Vinicius e o meia Gustavo Scarpa — que atuou em sua posição preferida, mais centralizado.

"Estes jogos servem, acima de tudo, para avaliarmos a matéria-prima que temos para o presente e para o futuro. Dar oportunidade a todos os jogadores de poder jogar. Hoje [ontem, quarta] perdemos, mas gostei muito da exibição do Scarpa como interior, do Lucas Esteves como extremo, e gostei muito da exibição da Renan. São jogadores que, de fato, aproveitam todas as oportunidades que damos e somam pontos. Vinicius também, não merecia perder o jogo, foi consistência para quem fez apenas um jogo pelo Palmeiras", disse Abel.

O português voltou a reclamar do calendário brasileiro, lembrou de um jogo do Paulistão marcado para a véspera da primeira final da Copa do Brasil, contra o Grêmio, e não descartou utilizar a equipe sub-20 no início do torneio estadual. Para ele, o Palmeiras terá de tomar uma decisão relacionada com o presente e o futuro da temporada 2021.

"Tiveram a coragem de marcar um jogo à véspera da primeira partida da final da Copa. É uma reflexão que o Palmeiras vai ter que fazer. Temos que saber se queremos ser fortes no presente e prejudicar o futuro, ou se queremos pensar bem naquilo que é a organização e a definição de uma época desportiva, com Brasileirão, Libertadores, Copa... Vamos ter que decidir com essa quantidade de jogos", afirmou.

O Verdão já volta a campo amanhã (19), apenas 50 horas depois do duelo de ontem, para o clássico contra o São Paulo, em jogo atrasado da 34ª rodada do Brasileirão.

Palmeiras