PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2020/2021

Neymar faz 3, e PSG goleia Istanbul em jogo retomado após caso de racismo

Neymar comemora gol sobre o Istanbul pela Liga dos Campeões - FRANCK FIFE / AFP
Neymar comemora gol sobre o Istanbul pela Liga dos Campeões Imagem: FRANCK FIFE / AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/12/2020 16h34

Classificação e Jogos

Sai o racismo, entra o futebol. O PSG goleou o Istanbul Basaksehir por 5 a 1 no Parque dos Príncipes, pela última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. A partida recomeçou nesta tarde após ter sido suspensa ontem por conta de um episódio de ofesta racista envolvendo o quarto árbitro e um membro da comissão técnica do time turco.

E, com a bola rolando, o show foi de Neymar. O brasileiro anotou três gols na vitória desta quarta-feira — o primeiro deles, um golaço com direito a caneta no adversário e finalização colocada para o fundo da rede. Mbappé, duas vezes, também marcou para o time francês, e Topal descontou para o Istanbul.

O resultado garantiu o Paris Saint-Germain na liderança do Grupo H. A equipe já estava classificada, mas precisava da vitória para assegurar a ponta da chave. O RB Leipzig, que venceu o Manchester United ontem, ficou com a segunda vaga.

Os confrontos das oitavas de final serão definidos em sorteio realizado pela Uefa na próxima segunda-feira.

Neymar dá show e faz 3 gols

Neymar foi o nome da partida na tarde de hoje. Foram três gols do brasileiro, que anotou o seu terceiro hat-trick em jogos da Champions. Antes, ele havia alcançado o feito contra o Celtic (2013) e Crvena Zvezda (2018). Somente Cristiano Ronaldo e Messi, com oito cada, anotaram mais hat-tricks na história da competição.

O show do brasileiro começou aos 21 minutos. Ele recebeu passe de Verratti, jogou a bola entre as pernas do marcador e bateu colocado para marcar. Aos 38, o segundo, em chute rasteiro após passe de Mbappé. O terceiro veio depois de uma tabela com Di María e finalização da entrada da área, aos cinco minutos do segundo tempo.

Mbappé consegue marca histórica

Mas não foi só Neymar quem deixou a sua marca nesta quarta-feira. Mbappé marcou duas vezes e se tornou, aos 21 anos, o jogador mais novo da história da Champions a alcançar a marca de 20 gols na competição. O atacante francês marcou de pênalti, aos 42 minutos do primeiro tempo, e depois, aos 17 da segunda etapa, só teve o trabalho de completar para as redes após passe açucarado de Di María.

Jogadores ajoelham em hino da Champions

Neymar protesto - FRANCK FIFE / AFP - FRANCK FIFE / AFP
Neymar faz protesto antirracista no recomeço do jogo entre PSG e Istanbul
Imagem: FRANCK FIFE / AFP

Antes do apito inicial, os jogadores de PSG e Istanbul Basaksehir se ajoelharam em protesto contra o racismo durante a execução do hino da Liga dos Campeões. Os atletas fizeram um círculo em volta do meio-campo e se ajoelharam. Alguns, como Neymar, ainda ergueram o braço direito com o punho fechado.

Pouco antes, no aquecimento, atletas, membros das comissões técnicos e a equipe de arbitragem usaram uma camiseta com a frase "Não ao racismo".

Estádio tem faixas contra o racismo e apoio a Webó

Faixas - Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
Faixas antirracistas foram colocadas nas arquibancadas do Parque dos Príncipes
Imagem: Reprodução/Twitter

Além da manifestação dos jogadores, uma série de faixas contra o racismo e em apoio ao camaronês Pierre Webó foi espalhada pelo PSG no Parque dos Príncipes.

Uma das mensagens, colocada atrás de um dos gols, estampava a frase "Paris unida contra o racismo". Este setor, historicamente, é utilizado pela Collectif Ultras Paris, uma das maiores torcidas organizadas da Europa, responsável pela criação do ato.

"Apoio a Webó... Orgulho dos jogadores... Contra o racismo", dizia outro recado.