PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2020/2021

Benfica de Jorge Jesus perde do PAOK e dá adeus à Champions League

Jogadores do PAOK comemoram gol contra o Benfica - REUTERS/Alexandros Avramidis
Jogadores do PAOK comemoram gol contra o Benfica Imagem: REUTERS/Alexandros Avramidis

Do UOL, em São Paulo

15/09/2020 16h53

Classificação e Jogos

O Benfica, de Jorge Jesus, está eliminado da Liga dos Campeões. A equipe portuguesa foi derrotada por 2 a 1 contra o PAOK, hoje, fora de casa, no Estádio Toumba, em duelo válido pela terceira fase classificatória da Champions. Giannoulis e Andrija Zivkovic fizeram os gols dos gregos. Rafa Silva descontou nos acréscimos. Os brasileiros Everton Cebolinha e Pedrinho foram titulares pelo Benfica.

O clube comandado por Jorge Jesus dá adeus à competição antes mesmo da fase de grupos. O Benfica agora vai para a fase de grupos da Liga Europa. Já o PAOK disputará os playoffs da Champions contra o Krasnodar, da Rússia, para decidir uma vaga na fase de grupos.

Na partida de hoje, o Benfica foi melhor no primeiro tempo e chegou a acertar a trave. Aos 29 minutos, Pizzi cobrou falta e carimbou a trave do PAOK. Pouco depois, Pedrinho bateu de longe ao ver Zivko Zvikovic adiantado, mas o goleiro do time grego conseguiu espalmar.

O PAOK melhorou no segundo tempo. Do outro lado, Everton teve a melhor chance na resposta do Benfica, aos 11 minutos, em lançamento de Pedrinho. Zvikovic defendeu.

O gol fez falta pouco depois. Aos 17, Giannoulis tocou para Akpom pela esquerda e recebeu de volta na pequena área para marcar. O zagueiro Vertonghen, do Benfica, chegou a tocar na bola.

Após o gol do PAOK, Jorge Jesus tirou Pedrinho de campo, mas não adiantou. O time grego aumentou a vantagem aos 29 minutos. Os donos da casa armaram contra-ataque, Andrija Zivkovic puxou para o meio e bateu rasteiro no canto esquerdo de Vlachodimos.

Com 2 a 0 contra no placar, o Benfica voltou a atacar após boa jogada de Everton, mas Grimaldo parou na defesa do goleiro do PAOK. O time português ainda descontou nos acréscimos com Rafa Silva. Porém, faltou mais tempo para empatar e levar o jogo para a prorrogação. Fim de jogo e da campanha de Jorge Jesus na Champions.