PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Fla vê falta de ritmo mudar de lado e encara time que não atua há 150 dias

Rafinha em ação na partida entre Flamengo e Atlético-MG no Maracanã - Alexandre Vidal / Flamengo
Rafinha em ação na partida entre Flamengo e Atlético-MG no Maracanã Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

12/08/2020 04h00

Após a derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, em jogo válido pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, os jogadores do Flamengo foram unânimes ao apontarem a falta de ritmo como uma das vilãs pelo tropeço rubro-negro no Maracanã.

Hoje (12), o Fla vê o Atlético-GO, rival desta noite, às 20h30, no estádio Olímpico, no papel que coube aos cariocas no fim de semana. Se o Rubro-Negro carioca estava há 24 dias sem disputar um jogo oficial, o Dragão está inativo há nada menos do que há 150 dias. No dia 14 de março, a equipe venceu o Grêmio Anápolis por 2 a 1 e depois não mais atuou.

Por conta da pandemia e do adiamento do Campeonato Goiano, esse período foi de reclusão e treinos no centro de treinamento. No primeiro compromisso, o Atlético encara nada menos do que os atuais campeões. Ante as adversidades, o técnico Vágner Mancini tratou de jogar o favoritismo para o rival.

"O favorito é o Flamengo, atual campeão brasileiro e da Libertadores. Do outro lado tem jogadores níveis excelentes, o Atlético vai ter que estar no seu limite técnico e emocional. O clube subiu agora e já enfrenta o campeão. É necessário que entendamos isso. Para equipararmos o jogo temos de estar no nosso limite", disse.

Não bastasse ter de encarar o bicho-papão do futebol nacional, os donos da casa terão pela frente uma equipe sedenta por recuperar os pontos perdidos no Maracanã. Seja lá qual tenha sido o tempo de paralisação do rival, a ordem no Flamengo é trazer para casa os três pontos.

"Fazia tempo que a gente não joga, a gente vai melhorar com toda certeza. Todo mundo vai querer ganhar da gente, nosso time é muito forte", analisou o lateral Rafinha.

Estreante do último fim de semana, o técnico Domènec Torrent faz sua segunda partida no comando da equipe. A tendência é que ele mantenha o time que foi derrotado. O espanhol disse ter ficado satisfeito com o desempenho ante o Galo, mas indicou que quer implantar sua marca:

"Nosso jogo é de pressão alta, mas temos de melhorar nisso. Os jogadores estão muito abertos a essas ideias e tenho minhas próprias ideias. Depois de alguns treinos, podemos jogar muito melhor".

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-GO x FLAMENGO

Local: Estádio Olímpico, em Goiânia (GO)
Data/Hora: 12 de agosto de 2020 (quarta-feira), às 20h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP)

ATLÉTICO-GO: Jean; Dudu, Éder, Gilvan, Nicolas; Edson, Marlon Freitas, Jorginho; Matheuzinho e Ferrareis; Júnior Brandão. Técnico: Vágner Mancini.

FLAMENGO: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Éverton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Domènec Torrent.

Flamengo