PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Miranda retorna de lesão e aposta na força da base na zaga do Vasco

Miranda se recuperou de lesão muscular e já está treinando com o elenco principal do Vasco - Rafael Ribeiro/ Vasco
Miranda se recuperou de lesão muscular e já está treinando com o elenco principal do Vasco Imagem: Rafael Ribeiro/ Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

10/08/2020 04h00

De volta após uma lesão muscular, o jovem Miranda está à disposição do técnico Ramon Menezes. Juntamente com Ricardo Graça e Ulisses, forma o trio dos "Meninos da Colina" no sistema defensivo do Vasco.

Aos 20 anos, ele elogiou seus companheiros revelados na base e citou a paciência da torcida com os pratas-da-casa.

"Os dois são ótimos zagueiros, cada um tem seu ponto forte. Não só eles, como qualquer outro da posição darão conta do recado. A torcida tem paciência com jogadores formados na base do clube, isso ajuda muito. Sabemos que podemos contar com eles", declarou ao UOL Esporte.

Além do trio, Ramon Menezes conta para a posição com o capitão Leandro Castan, o experiente Werley e o recém-chegado Marcelo Alves, de 22 anos, que veio do Madureira por empréstimo.

"Sempre vai haver briga por titularidade. O Vasco só tem a ganhar, na minha visão o clube está bem servido de zagueiros e é ótimo competir entre os melhores. Uma disputa sadia. Acredito que isso motiva os atletas internamente, mas é importante citar que não há qualquer tipo de vaidade e sim tudo em prol do Vasco", destacou.

Para Miranda, ter a companhia de Leandro Castan é uma inspiração. O jovem revelou que já recebeu conselhos do experiente zagueiro:

"Castan é um líder fora e dentro de campo. Jogou contra os melhores do mundo, muito bom ter alguém assim no Vasco. Ele já me passou alguns conselhos, então é sempre muito importante escutar de alguém experiente. Ele passou muito tempo na Roma, jogou no Corinthians, Atlético-MG...".

"Só eu sei o quanto queria estar naquele jogo"

O grande chamariz para Miranda foi a Copa São Paulo de Futebol Júnior do ano passado, quando o Vasco foi vice-campeão. O zagueiro foi o capitão da equipe e teve um grande desempenho individual, mas por conta de um cartão amarelo na semifinal contra o Corinthians, ficou suspenso da decisão diante do São Paulo, algo que ele sente até hoje.

"Eu me cobro muito, só eu sei o quanto queria está naquele jogo! Fiquei muito triste assim que eu levei o cartão contra o Corinthians, mas meus companheiros me deram total apoio. Mas são coisas do futebol, acontecem. Mas eu lamento mais o vice-campeonato do que minha ausência na decisão. A derrota nos pênaltis foi triste para nós. Mas serviu de aprendizado muita coisa aquela competição", disse.

Vasco