PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Arão admite mudança no Fla com Domènec e garante elenco focado em adaptação

Willian Arão concede entrevista coletiva no CT do Flamengo - Paula Reis / Flamengo
Willian Arão concede entrevista coletiva no CT do Flamengo Imagem: Paula Reis / Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

07/08/2020 13h25

Às vésperas do duelo com o Atlético-MG, na estreia do Flamengo pelo Campeonato Brasileiro, o volante Willian Arão evitou comparações entre os trabalhos de Domènec Torrent e Jorge Jesus, mas salientou que há diferenças e que o elenco está procurando se adaptar o mais rapidamente possível à nova filosofia.

Domènec, que teve o contrato regularizado junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) hoje (7), chegou ao Rubro-Negro na última segunda-feira e fará a estreia neste domingo, no Maracanã.

"Está sendo boa [primeira semana de trabalho como novo treinador]. É difícil apontar as diferenças, mas existem. Não vou pontuar nenhuma, mas a semana tem sido boa. Estamos nos preparando para fazer um bom jogo domingo. São metodologias diferentes, pensamentos diferentes, ideias diferentes. Inevitavelmente, vamos sofrer mudança, vai ter coisa nova, Esperamos nos adaptar o mais rapidamente possível, entender o que ele quer e buscar as vitórias e títulos", disse.

"Ter mudanças é inevitável. Assim como quando o Jorge [Jesus] veio, tinha diferença do Abel. Cada treinador tem particularidades, convicções, maneiras de entender o jogo. O que estamos tentando fazer é nos adaptar o mais rapidamente possível. Os treinos são diferentes, ele cobra outros movimentos, outras coisas", completou.

Questionado sobre o período necessário para o time "ter a cara" de Domènec, Arão afirmou que isso acontecerá com calma.

"Não posso dizer que domingo, quarta, ou no outro domingo... Mas estamos nos adaptando. No domingo, vão ter erros. Toda equipe erra, mas vamos corrigindo. É difícil falar se vai durar um jogo, 10 jogos, 15 jogos. O que estamos fazendo é nos adaptando para já nesse jogo [contra o Atlético-MG] conseguirmos colocar as ideias dele", afirmou.

O volante lembrou também os duelos que o Rubro-Negro teve com o Santos de Sampaoli no ano passado. Nesta temporada, o treinador está à frente do time do Galo.

"É uma grande equipe, um bom time, com movimentos bem incisivos. Jogamos contra o Santos do Sampaoli, é bom treinador e [o Atlético-MG] fez boas contratações, jogadores de qualidade. Esperamos um grande jogo e que possamos anular esses pontos fortes deles para sairmos vencedores".

Apesar de Domènec ainda não dominar a língua portuguesa - pediu, inclusive, um professor para isso -, a comunicação entre o técnico e o elenco não tem sido problema, segundo Arão.

"Dá para entender. Ele fala algumas palavras-chave em português. Está sendo bem tranquilo essa parte da comunicação, até porque temos também alguns jogadores que falam espanhol. E tem coisas similares entre português e espanhol, não é como com o inglês. Ele está conseguindo passar tudo para gente", garantiu.

Flamengo