PUBLICIDADE
Topo

Santos tem 15 dias para honrar pagamento e evitar Yuri Alberto no Inter

Eder Traskini e Marinho Saldanha

Do UOL, em Santos (SP) e em Porto Alegre (RS)

01/08/2020 13h21

O Santos tem 15 dias para honrar com a proposta apresentada e manter o centroavante Yuri Alberto. Após igualar a oferta do Inter, o Peixe precisa confirmar o pagamento ao jogador para exercer sua preferência legal.

No período determinado, o Santos precisa firmar com o pagamento de R$ 10 milhões à vista, entre luvas e direitos de imagem. Apenas desta forma irá manter o jogador. Caso não pague, Yuri estará livre para completar acordo com o Inter.

O jogador, inclusive, esteve em Porto Alegre na última semana procurando apartamento, como informado pelo UOL Esporte na coluna De Primeira.

Segundo apurou a reportagem, o momento é de incerteza. Enquanto o clube paulista se defende com a legislação do futebol e parece seguro que permanecerá com o atleta, as demais partes do negócio aguardam com alguma desconfiança.

O cenário se cria pelos problemas financeiros enfrentados pelo alvinegro do litoral paulista. Em meio a ações na Fifa e dívidas, o clube cortou 70% dos salários dos jogadores durante o período de paralisação do futebol devido à pandemia do novo coronavírus, mesmo sem acordo formal com os atletas. A decisão ocasionou dois pedidos de rescisão de contrato na justiça: de Everson e Eduardo Sasha. O atacante obteve a liberação.

O Internacional, por sua vez, questiona uma dívida do Santos na compra de 50% dos direitos econômicos de Eduardo Sasha, mas entende que se o clube conseguir exercer o pagamento não restará alternativa que não aceitar a determinação.

Se contando com Yuri Alberto o Colorado cogitava a chegada de mais um atacante, sem ele precisará ir atrás de dois para satisfazer o desejo do técnico Eduardo Coudet.

Futebol