PUBLICIDADE
Topo

Fluminense e Botafogo ficam no empate em último teste antes do Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

01/08/2020 20h53

Visando pegar ritmo para o início do Campeonato Brasileiro, que começa no próximo fim de semana, Botafogo e Fluminense se enfrentaram neste sábado (1), no estádio Nilton Santos em partida amistosa válida pela Taça Gerson e Didi. Depois de um primeiro tempo bem morno, o clássico carioca terminou em 1 a 1, gols de Evanilson pelo lado tricolor e de Matheus Babi pelo time alvinegro.

Agora, o foco das duas equipes é na primeira rodada do Brasileirão de 2020. Enquanto o Glorioso recebe o Bahia, no estádio NIlton Santos, às 11 horas do próximo domingo (9), o tricolor carioca atuará no sul do país diante do Grêmio, no mesmo dia, porém às 19 horas.

Primeiro amistoso

No sábado anterior (25), as duas equipes também se enfrentaram em uma partida amistosa. O duelo, que também aconteceu no "Engenhão", teve vitória do Fluminense pelo placar de 1 a 0, sendo o único gol marcado pelo uruguaio Michel Araújo, jogador contratado pelo clube nesta temporada e que não havia marcado ainda com a camisa tricolor.

Amistoso que vale taça

A Taça Gerson e Didi será entregue ao time que somar mais pontos nas quatro partidas entre Botafogo e Fluminense - contando os dois amistosos já realizados e os dois encontros pelo Campeonato Brasileiro. Após o jogo do dia 25 de julho, o Tricolor levou o troféu para Laranjeiras em celebração aos 118 anos, que foram completados no dia 21. Depois do confronto deste sábado, o Alvinegro vai levar para General Severiano, também em comemoração ao aniversário, que será no dia 12 de agosto.

Sem vitória contra o rival

Com o resultado deste fim de semana, o Botafogo mantém a marca negativa de nenhuma vitória sobre o Flu neste ano: são duas derrotas e dois empates.

Árbitro testa positivo

O árbitro escalado para a partida, Philip Georg Bennett, acabou sendo substituído da escala original pois pouco antes do início da partida testou positivo para o novo coronavírus.

O Melhor: Evanilson

Apesar de ter saído aos 14 minutos do segundo tempo, Evanílson foi o nome do Flu e do jogo, já que era um dos poucos que conseguia criar no sistema ofensivo e finalizar com qualidade. Poucos minutos antes de ser substituído, o jogador teve ótima infiltração e chutou preciso, sem chances para o arqueiro do rival. De acordo com informações, o atacante deixou o gramado por causa de fortes dores de cabeça.

O Pior: Rhuan

O atacante do Fogão foi o destaque negativo do confronto por vários motivos: pouca intensidade na área adversária, tomadas de decisões erradas quando tinha a bola, cartão amarelo logo no primeiro tempo e substituição logo após gol do Fluminense.

Atuação do Fluminense

O tricolor carioca teve um primeiro fraco, com pouca infiltração ofensiva e quase nenhuma finalização na meta defendida por Gatito. No entanto, a equipe melhorou na segunda etapa, começou a tomar conta do meio-campo e marcou após bela jogada individual de Evanilson.

Atuação do Botafogo

O time comandado pelo técnico Paulo Autuori conseguiu mesclar bem o sistema de jogo entre marcação forte e contra-ataques rápidos, porém pecou na falta de criatividade. O gol saiu mais por uma boa jogada momentânea do que por um domínio ofensivo durante a partida.

Cronologia do jogo

A partida começou com bastante intensidade, com as duas equipes "abusando" das jogadas pelo lado de campo e da velocidade dos meias e dos atacantes. Nos primeiros dez minutos, a melhor chance de gol aconteceu aos cinco, quando Pedro Raul chutou na meta desprotegida do rival, já que Muriel foi driblado por Rhuan um pouco antes - o tento só não saiu porque Nino travou a bola.

Depois dos minutos iniciais bem "elétricos", o clássico perdeu em qualidade e ganhou em entrega, já que os dois times pecavam na criação de jogadas mas não deixavam de se esforçar tanto ofensivamente como no sistema defensivo. O jogo voltou a ganhar em emoção aos 45 minutos, quando novamente Pedro Raul teve chance de marcar, desta vez sendo impedido pelo goleiro Muriel, que fez bela defesa em dois tempos.

O segundo tempo não foi diferente na questão técnica, mas teve uma outra postura dos times, principalmente do Fluminense, que começou a ter mais imposição ofensiva e qualidade no passe. Como recompensa, saiu o gol tricolor aos 13 minutos, após ótima finalização de Evanílson. Minutos depois, saiu o gol de empate do Botafogo com Matheus Babi, que tinha acabado de entrar no lugar de Pedro Raul.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 1 FLUMINENSE

Data: 01 de agosto de 2020
Horário: 19h00 (de Brasília)
Competição: Partida Amistosa
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Paulo Renato Coelho (RJ)
Assistentes: Wallace Muller Barros Santos (RJ) e Rafael Sepeda de Souza (RJ)
Gols: Evanílson, aos 13 minutos do segundo tempo; Matheus Babi aos 21 minutos.
Cartões Amarelos: Rhuan, Victor Luiz, Caio Alexandre, Guilherme Santos e Kanu (Botafogo); Michel Araújo e Digão (Fluminense)
Cartão Vermelho: Yuri (Fluminense)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Barrandeguy, Marcelo Benevenuto (Rafael Forster), Kanu e Victor Luis; Caio Alexandre, Honda (Luiz Otávio) e Bruno Nazário (Alexandre Lecaros); Rhuan (Guilherme Santos), Pedro Raul (Matheus Babi) e Luis Henrique. Técnico: Paulo Autuori.

FLUMINENSE: Muriel ; Gilberto, Nino, Digão e Egídio; Yuri Lima, Dodi (Andre) e Michel Araújo (Calegari); Nenê (Miguel), Evanílson (Wellington Silva) e Marcos Paulo (Caio Paulista). Técnico: Odair Hellmann

Futebol