PUBLICIDADE
Topo

São Paulo bate rivais e tem 2ª melhor campanha em casa em toda Libertadores

Igor Gomes comemora gol marcado pelo São Paulo sobre a LDU na Libertadores 2020 - Bruno Ulivieri/AGIF
Igor Gomes comemora gol marcado pelo São Paulo sobre a LDU na Libertadores 2020 Imagem: Bruno Ulivieri/AGIF

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

08/07/2020 04h00

Classificação e Jogos

Três títulos em seis finais da Libertadores deram ao São Paulo o segundo melhor aproveitamento como mandante nos 60 anos da Copa Libertadores. Segundo levantamento feito pelo UOL Esporte, o Estudiantes, da Argentina, ocupa o primeiro lugar.

Campeão em 1992, 1993 e 2005, o São Paulo fez do estádio Morumbi um alçapão durante a sua trajetória na Libertadores. O time tricolor registra aproveitamento de 79,7% com mandante. Nos 92 jogos em que disputou diante dos seus torcedores, a equipe brasileira obteve 69 vitórias, com 13 empates e apenas dez derrotas.

O aproveitamento do Estudiantes, tetracampeão da Libertadores, é de 80,7%. Em 64 confrontos, o time argentino obteve 49 triunfos, oito empates e apenas sete derrotas.

Os brasileiros, inclusive, dominam a lista dos dez primeiros colocados. Sete clubes do país aparecem neste recorte: além do São Paulo, Internacional (terceiro), Cruzeiro (quarto), Corinthians (quinto), Grêmio (oitavo), Santos (nono) e Flamengo (décimo). Completam a lista o América do México, em sexto, e o Boca Juniors, da temida Bombonera, em sétimo.

Um dado curioso é a aparição do Bolívar (BOL), que obteve quase 74% de aproveitamento, na 16ª posição. Os bolivianos, que atuam numa altitude de 3.600 metros acima do nível do mar, estão à frente de campeões como Atlético-MG, San Lorenzo (ARG), Peñarol (URU), Olimpia (PAR) e Colo-Colo (CHI).

São Paulo