PUBLICIDADE
Topo

'É pouco provável' que o Barcelona contrate Neymar, diz presidente do clube

Bartomeu afirmou que "a situação de todos os clubes da Europa é muito difícil" devido à pandemia - Albert Gea/Reuters
Bartomeu afirmou que "a situação de todos os clubes da Europa é muito difícil" devido à pandemia Imagem: Albert Gea/Reuters

Do UOL, em São Paulo

07/07/2020 07h36

Josep Maria Bartomeu, presidente do Barcelona, descartou uma possível contratação do atacante Neymar, que já passou pelo clube e hoje atua no Paris Saint-Germain, em uma entrevista concedida hoje à rádio catalã 'RAC 1'.

"É pouco provável uma contratação assim já que a situação de todos os clubes da Europa é muito difícil", afirmou o presidente, fazendo referência à crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus.

Contratado pelo Barcelona em 2013, Neymar permaneceu por quatro anos no clube (até 2017) e formou um poderoso trio de ataque a partir de 2014 com o argentino Lionel Messi e o uruguaio Luis Suárez.

Na equipe catalã, o brasileiro disputou 186 partidas e marcou 105 gols. No período em que esteve no clube, conquistou, entre muitos títulos, dois Campeonatos Espanhóis (2014/15 e 2015/16) e uma Liga dos Campeões (2014/15).

Mesmo com a crise, o Barcelona desembolsou 60 milhões de euros (R$ 366,8 milhões na cotação da época) no fim de junho para contratar o meia bósnio Miralem Pjanic, da Juventus, em uma negociação que envolveu a ida do meia Arthur para a equipe italiana.

Sobre Pjanic, Bartomeu disse que o meia era um desejo do Barcelona "há muito tempo" e que sua contratação é "uma situação excepcional" em meio à crise econômica.

O presidente do Barcelona também foi perguntado sobre a situação do ídolo cule Lionel Messi, recentemente envolvido em rumores de que deixaria a equipe em 2021. De acordo com Bartomeu, o atacante argentino quer seguir no clube.

"Eu vejo Messi querendo continuar. Ele sempre disse que queria se aposentar no Barça e estou convencido de que será esse o caso, e estará além do meu mandato, porque ele ainda jogará por muitos anos [aqui]", afirmou.

Barcelona