PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Bota e Flu prometem acionar Justiça se Ferj confirmar jogos no dia 22

Nelson Mufarrej, presidente do Botafogo, e Mario Bittencourt, presidente do Fluminense - Fotos de Vitor Silva/SSPress/Botafogo e  Lucas Merçon/ Fluminense FC
Nelson Mufarrej, presidente do Botafogo, e Mario Bittencourt, presidente do Fluminense Imagem: Fotos de Vitor Silva/SSPress/Botafogo e Lucas Merçon/ Fluminense FC

Alexandre Araújo, Bruno Braz, Caio Blois e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

16/06/2020 02h52

Botafogo e Fluminense prometem acionar a Justiça caso a Federação de Futebol do Rio (Ferj) mantenha a projeção de as partidas dos respectivos times acontecerem no dia 22. A data foi colocada à mesa em arbitral que aconteceu nesta noite e definiu que o Campeonato Carioca será retomado já nesta quinta-feira, com Flamengo x Bangu, pela Taça Rio.

Na reunião, A Ferj ainda estipulou a marcação de Portuguesa x Boavista para o dia 19 (sexta), Vasco x Macaé e Madureira x Resende no dia 21 (domingo), e Fluminense x Volta Redonda e Botafogo x Cabofriense no dia 22 (segunda)

Mário Bittencourt, presidente do Fluminense, prometeu buscar os direitos caso aconteça a manutenção deste calendário. O mandatário do clube das Laranjeiras salientou não ser razoável tal data pensando em alguns pontos, inclusive, a parte fisiológica dos atletas. Por fim, o advogado afirmou, em tom de promessa aos colegas dirigentes, que a busca na esfera judicial não pretende paralisar o campeonato - apenas adiar os jogos do Tricolor e do Alvinegro.

Já Nelson Mufarrej, presidente do Botafogo, afirmou que o resultado do arbitral é uma "profunda desconexão com a realidade" e lamentou o fato de a maioria dos clubes ter sido favorável a um retorno do futebol "a despeito do cenário caótico vivenciado".

"É uma decisão de profunda desconexão com a realidade. Infelizmente, a maioria dos clubes no Arbitral entendeu ser o momento de voltar a disputar jogos, a despeito do cenário caótico vivenciado. Fomos contrários. Além disso, a preparação física, após longo período sem contato com bola, precisa de um trabalho adequado. Acionei o Departamento Jurídico assim que acabou o Arbitral. O Botafogo vai buscar defender os seus interesses caso as datas apresentadas sejam confirmadas. O futebol impacta sobremaneira a vida das pessoas e a mensagem para a sociedade que se deveria passar, nesse momento, não é de competição ou disputas", disse Mufarrej, em nota divulgada à imprensa.

Ainda sem uma conclusão, o arbitral foi suspenso e será retomado às 20h desta terça-feira (16). Em pauta, além de local e horário do jogo do Rubro-negro, uma nova discussão em relação aos primeiros jogos de Fluminense e Botafogo após o período de pandemia. Ambos os times mantiveram as posições contrárias quanto ao retorno ainda neste mês, mas, no fim, avaliaram que poderiam ceder um pouco.

O Alvinegro já realizou testes de coronavírus em elenco e funcionários, mas ainda não retornou aos treinos presenciais. Já o Tricolor vai realizar os exames hoje (16). O período necessário para a preparação do elenco antes de uma partida foi um dos fatores também apontados pelas respectivas diretorias.

Há quase um mês, Botafogo e Fluminense entraram com um pedido conjunto de impugnação de itens do arbitral que tratou do retorno das atividades e a retomada do Estadual. À época, os clubes entenderam que houve quebra das regras do estatuto.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado anteriormente, dia 22 é segunda-feira, e não domingo. O erro foi corrigido.

Botafogo