PUBLICIDADE
Topo

Para Neto, não convocação de Alex em 2002 foi maior 'trairagem' do futebol

Brasileiro Alex em partida pelo Fenerbahce na Turquia - EuroFootball/Getty Images
Brasileiro Alex em partida pelo Fenerbahce na Turquia Imagem: EuroFootball/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/05/2020 19h19

Durante uma live em seu canal no YouTube, Neto declarou que a maior traição que já viu na história do futebol foi de Felipão com Alex. Na opinião do apresentador, além da questão técnica, o treinador ainda tinha um bom relacionamento com o ex-meia, e não poderia tê-lo deixado de fora da seleção brasileira que foi pentacampeã mundial em 2002

"Acho que a maior 'trairagem' que eu vi no futebol foi do Felipão com Alex. Nem se compara com o Lazaroni não ter me chamado. Eu não tinha uma relação com o Lazaroni, mas o Felipão e o Alex tinham no Palmeiras. O Felipão foi muito 'traíra' com o Alex de não levá-lo para a Copa em 2002. Acho que foi a maior 'trairagem' do futebol mundial", disse.

Sócrates x Raí

Respondendo a questões dos seguidores de seu canal, Neto comparou Sócrates e Raí. Na opinião do apresentador da TV Band, o ex-jogador do Corinthians era melhor tecnicamente, mas não foi tão bem-sucedido no time alvinegro como seu irmão foi no São Paulo.

"Acho que o Sócrates jogou mais bola, mas o Raí foi mais efetivo em relação a títulos. O que o Raí fez no São Paulo, o Sócrates não fez no Corinthians. Mas quando fazem a comparação, parece que o Raí não jogou nada, mas ele jogou muita bola, foi um jogador extraordinário. É um péssimo coordenador técnico, um dos piores do Brasil, mas como jogador foi um monstro", disse.

UOL Esporte vê TV