PUBLICIDADE
Topo

"Campeão sem terminar tira o mérito da conquista", diz Victor no UOL Debate

Do UOL, em São Paulo

15/05/2020 14h34

A pandemia causada pelo Coronavírus (Covid-19) fez com que os Estaduais fossem paralisados antes da fase final. Sem previsão de retorno do futebol brasileiro, surge a dúvida se as competições estaduais serão retomadas ou se o líder no momento da pausa será considerado campeão. Durante participação no UOL Debate, o goleiro Victor, do Atlético-MG, se mostrou contrário à segunda opção.

"É difícil declarar campeão se o campeonato não terminou. Não existiria mérito na conquista. A gente não jogou com o América-MG [atual líder do Campeonato Mineiro]. Seria um confronto direto que daria a chance de ultrapassar. É preciso bom senso e estudar caso a caso. O momento é de diálogo", opinou.

O Campeonato Mineiro foi paralisado faltando duas rodadas para o término da primeira fase. O Atlético-MG ocupava a terceira colocação com 18 pontos, três a menos que o líder América-MG.

"É o momento de estudar para que clubes minimizem as perdas. Perder todo mundo já perdeu. Agora é todo mundo chegar a um consenso e que haja méritos nas conquistas", completou Victor.

Goleiro do Vasco, Fernando Miguel disse ser necessário bom senso no momento de decidir o que acontecerá com os Estaduais. Para ele, "quando uma coisa começa, ela precisa terminar".

"Eu vi clubes do interior dispensando elencos inteiros e não tem elenco para o restante da temporada. O que é preciso é que a CBF intervenha e coloque todos numa conferência para debater o que é importante para prosseguir a temporada. Acredito que quando uma coisa começa, ela precisa terminar. Mas é preciso ter entendimento geral do que se desenha para o futuro. É preciso tomar uma decisão para o bem de todos, dos atletas e de todos os envolvidos".

"O futebol brasileiro deixou de ser só uma partida de futebol. É uma atividade econômica. É preciso ter bom senso e entender o cenário. Ninguém imaginou o que se desenharia [com a pandemia]. Por isso, pessoas com visão mais ampla do todo precisam se entender, se não, fica só um bate-boca, ninguém se entende e não se chega a lugar nenhum", completou.

O volante Richard, do Corinthians, afirmou que a decisão precisa ser tomada pensando também nas outras partes da tabela. No caso do Campeonato Paulista, oito times ainda brigavam contra o rebaixamento, incluindo o próprio Corinthians.

"Não é ficar em cima do muro, mas é uma situação em que, se você vai e declara um campeão, como ficam as equipes que têm chance de rebaixamento? E as da Série A2, A3 que estão para subir? Vão pensar nisso? É uma situação em que se precisa pensar em um todo. É preciso uma decisão que venha beneficiar todos os clubes, das Séries A1, A2, A3. O clube faz um planejamento e o Coronavírus prejudica quem está lá embaixo?".

Atlético-MG