PUBLICIDADE
Topo

Mauro: "Parada está supervalorizando esse momento do São Paulo e do Diniz"

Do UOL, em São Paulo

31/03/2020 12h00

Nos dois últimos jogos do São Paulo antes da parada do futebol no Brasil devido à pandemia do novo coronavírus, o time comandado pelo técnico Fernando Diniz conseguiu vitórias com boas atuações, o que deixou o torcedor confiante após um período de instabilidade desde a chegada do treinador.

Durante o primeiro bloco do podcast Posse de Bola #26, Mauro Cezar Pereira analisa o trabalho do comandante são-paulino e avalia que ainda é cedo para uma empolgação com os jogos mais recentes, já que houve tropeços consideráveis em partidas anteriores.

"O time vinha jogando bem, mas resultado e desempenho, foi em dois jogos. O jogo contra a LDU [pela Libertadores] e o jogo contra o Santos [pelo Paulistão]. Eu acho que essa parada também está supervalorizando esse momento do São Paulo e do Diniz. Não houve tempo para que ele pudesse acumular uma sequência de bons jogos com bons resultados, foram somente dois", afirma o jornalista (disponível no vídeo acima a partir de 15:12).

"Vamos voltar um pouquinho. Partida anterior a esses confrontos contra LDU e Santos, foi o jogo com os reservas contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, que foi um horror. Ah foi o time reserva! Mas foi um time reserva preguiçoso, banana, que não estava nem aí, perdeu assim de forma esquisita, até pelo desinteresse até de jogadores que deveriam estar ali motivados, querendo vaga na equipe principal titular. E o outro jogo foi o Binacional. O São Paulo perdeu para o Binacional, perdeu um caminhão de gols", completa Mauro.

O blogueiro do UOL faz uma comparação com um período parecido na temporada 2019, quando Vagner Mancini assumiu o cargo de técnico de forma interina, após a saída de André Jardine, e conseguiu animar o torcedor na campanha até a final do Campeonato Paulista.

"É típico de time que está vivendo um jejum, caso do São Paulo, isso me lembra a euforia provocada pelos resultados do Vagner Mancini há um ano, aproximadamente, no Campeonato Paulista. Quando venceu um jogo [contra o Ituano], empatou o outro, empatou duas vezes com o Palmeiras e ganhou nos pênaltis, foi para a final do Campeonato Paulista e parecia que o São Paulo tinha enfileirado vitórias épicas", afirma Mauro.

Para o jornalista, os bons resultados antes da parada ajudam o treinador a ter tranquilidade para trabalhar quando os campeonatos forem retomados, mas ele precisará manter a sequência que o time apresentou nas duas partidas antes da paralisação.

"Ainda faltam ajustes e acho que eles só vão poder ser feitos quando o time voltar a jogar para valer. Por enquanto, ele está surfando numa onda de tranquilidade, o que é ótimo para ele e para o São Paulo", finaliza.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol