PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV


Carille avalia coronavírus na A. Saudita e comenta saída de Ralf

Fábio Carille, técnico do Corinthians - Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians
Fábio Carille, técnico do Corinthians Imagem: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/03/2020 14h16

Atualmente no Al-Ittihad, da Arábia Saudita, o técnico Fábio Carille vive uma situação 'tranquila' no país em relação à pandemia de coronavírus. Em entrevista ao Os Donos da Bola desta quinta-feira, o treinador, que aguarda o retorno das competições, contou que, apesar das restrições, pode caminhar na praia.

"O país é muito cuidadoso. Já tem muito tempo que fechou voos, fronteiras, escolas, shoppings. Não está tendo treino nem competição. É um país que se preparou, então a gente está muito seguro mesmo em relação a qualquer risco de contágio. A gente está muito tranquilo aqui no país", falou Carille.

"Tenho me cuidado bastante, andando de manhã e de tarde. Os mercados estão abertos 24h, a única coisa que está aberto. (...) A única coisa ruim é você ficar parado, esperando o momento de voltar a trabalhar. Ficando em hotel, dando uma caminhada em lugares abertos, como a praia, para esperar passar o tempo e esperar as decisões do governo", completou.

E o Corinthians?

Demitido no final do ano passado, Carille destacou o carinho que sente pelo alvinegro. Evitando avaliar o início de trabalho de seu sucessor, Tiago Nunes, o treinador comentou a saída de Ralf do Timão.

"Foram quase 11 anos dentro de um clube, então é claro que carinho, a amizade que você guarda. O Ralf, eu tenho um carinho muito grande. Foi uma decisão do Tiago, a gente tem que respeitar", disse o técnico, que seguiu:

"A ida do Ralf para o Corinthians tem muito a ver comigo, da época que eu tinha trabalhado com ele no Barueri, ele e o (Leandro) Castán. O Ralf foi muito vitorioso dentro do clube, está marcado aí. Não sou eu que vou falar se foi do jeito certo ou não a saída dele".

UOL Esporte vê TV