PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Galiotte: 'Mudança nos campeonatos não é problema; população é que importa'

Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/03/2020 21h18

O presidente do Palmeiras Maurício Galiotte afirmou que não veria problema em mudanças nos modelos das competições que o clube paulista disputa. O mandatário declarou que o aspecto esportivo está em segundo plano no momento, diante dos cuidados necessários com a população.

"Precisamos entender melhor a situação. Ainda não temos essa informação. Quantos meses teremos de esporte esse ano. A partir do momento que soubermos isso, temos que desenhar os possíveis cenários. E vamos enfrentar os desafios com união. É isso que se exige dos dirigentes hoje. É um momento difícil de calendário, contratos. Temos que estar unidos para superar esse momento.[...] Se os campeonatos tiverem que mudar, não tem problema. O mais importante é a população. O aspecto esportivo é importante, mas agora está em segundo plano", declarou em entrevista à Faixa Especial do SporTV, hoje (17).

Galiotte ainda defendeu que os clubes usem seu poder de mobilização para conscientizar a população sobre os riscos da pandemia do Coronavírus.

"Estamos passando por uma situação delicada. É um momento único, que requer atenção, precaução, cuidado com a população. O futebol tem que participar. Temos que pensar nas pessoas. O Palmeiras tem defendido isso na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação Paulista de Futebol (FPF). Temos que participar de ações preventivas e usar nosso poder de mobilização com os torcedores. é um momento de guerra contra a pandemia. E neste momento o foco é a proteção da população. Este tem que ser nosso pensamento", completou o dirigente.

Palmeiras