PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG esbarra em valores nas tratativas por Róger Guedes e Veríssimo

Atlético-MG se interessa por volta de Róger Guedes, mas encontra empecilhos no mercado da bola - Bruno Cantini / Atlético-MG
Atlético-MG se interessa por volta de Róger Guedes, mas encontra empecilhos no mercado da bola Imagem: Bruno Cantini / Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

17/03/2020 04h00

Resumo da notícia

  • O Atlético-MG vê as tratativas para contar com Róger Guedes e Lucas Veríssimo mais difíceis. O investimento exigido é o que trava eventuais acordos
  • O Shandong Luneng, da China, se recusa a emprestar o atacante de 23 anos ao seu ex-clube e mantém a pedida de cerca de 10 milhões de euros
  • O mesmo acontece com o Santos em relação ao zagueiro Lucas Veríssimo. Os paulistas não aceitam negociá-lo facilmente e exigem um valor elevado

O Atlético-MG vê as tratativas para contar com Róger Guedes e Lucas Veríssimo mais difíceis. O investimento exigido nos dois negócios é o que trava eventuais acordos no mercado da bola.

O Shandong Luneng, da China, se recusa a emprestar o atacante de 23 anos ao seu ex-clube e mantém a pedida de cerca de 10 milhões de euros (R$ 55,9 milhões na cotação atual) para liberá-lo em definitivo. O mesmo acontece com o Santos em relação ao zagueiro Lucas Veríssimo. Os paulistas não aceitam negociá-lo facilmente e exigem um valor elevado por um acordo em definitivo.

Inicialmente, as conversas entre Atlético e Shandong Luneng se desenhavam para um empréstimo até o fim do ano, com direitos fixados. Contudo, os chineses se recusam a fazer uma operação nestes moldes. A intenção dos asiáticos é segurá-lo no elenco. Todavia, se houver o desejo de saída por parte de Róger Guedes, o time exige um pagamento elevado pela liberação.

O Santos pede 15 milhões de euros (R$ 83,8 milhões) pela saída de Lucas Veríssimo. O valor é referente à multa rescisória do zagueiro de 24 anos.

Sem dinheiro em caixa para a busca de reforços deste nível, o Atlético conta com o aporte da MRV Engenharia para contratar em 2020. Entretanto, a empresa não está disposta a investir quase R$ 140 milhões em novos reforços. Por isso, o Galo insiste na tentativa de um empréstimo com Guedes e busca um acordo para pagar um valor inferior ao Santos por Veríssimo.

Atlético-MG