PUBLICIDADE
Topo

Fla TV é acusada de homofobia contra o Flu; clube repudia comentários

O meia Nenê e o lateral-direito Rafinha disputam a bola durante o clássico entre Fluminense x Flamengo - Thiago Ribeiro/AGIF
O meia Nenê e o lateral-direito Rafinha disputam a bola durante o clássico entre Fluminense x Flamengo Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

13/02/2020 14h30

O clássico entre Fluminense e Flamengo, pela semifinal da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, não teve apenas polêmicas nas arquibancadas. A equipe da Fla TV, canal oficial do Rubro-Negro, está sendo acusada de homofobia por conta de comentários realizados durante a transmissão da partida. Em nota, o Rubro-Negro repudiou os comentários.

Um vídeo que está circulando na internet mostra Emerson Santos e Alexandre Tavares em uma cabine. Em certo momento, quando jogadores do Fluminense faziam reclamações com a arbitragem, eles classificaram o ato como "Show das poderosas", em referência a uma música de Anitta, e usaram o termo "querida".

"Acho que o juiz está sendo expulso agora pelo jogador do Fluminense", diz Tavares.

"Time do Fluminense está dando um ataque do "Show das Poderosas". Que loucura! Todo mundo em cima do árbitro", afirma Emerson.

"Arrasou, querida", completa Tavares.

Em comunicado, o Flamengo condenou "veementemente os comentários" e pediu "desculpas à torcida tricolor", apontando que o clube "não compactua com qualquer tipo de preconceito ou discriminação". Posteriormente, Emerson também utilizou as redes sociais para pedir desculpa sobre o ocorrido.

Na arquibancada, a torcida tricolor evitou o grito de "time assassino", que rendeu advertência do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), pedindo dessa vez ao rival que "pague às famílias". Em resposta, a torcida rubro-negra manteve os cânticos homofóbicos que costumam aparecer no Fla-Flu: "time de veado".

O Flamengo venceu o confronto por 3 a 2 e garantiu a classificação à final da Taça Guanabara. Agora, aguarda o vencedor do duelo entre Boavista e Volta Redonda para saber qual será o adversário da partida que vai valer a taça, no dia 22.

Veja nota do Flamengo:

"O Clube de Regatas do Flamengo repudia veementemente os comentários feitos durante a transmissão da FLATV no último Fla-Flu e pede desculpas à torcida tricolor. Somos um clube plural, que não compactua com qualquer tipo de preconceito ou discriminação. E não vai tolerar que tal acontecimento se repita.

Flamengo