PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV


Para Luís Roberto, São Paulo não brigará por um 'título relevante' este ano

Fernando Diniz, técnico do São Paulo, orienta o time durante a derrota para o Santo André no Paulistão - Rubens Chiri/saopaulofc.net
Fernando Diniz, técnico do São Paulo, orienta o time durante a derrota para o Santo André no Paulistão Imagem: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/02/2020 15h34

Tendo a Copa Sul-Americana de 2012 como seu último 'título relevante', o São Paulo, para Luís Roberto, não findará o jejum este ano. Analisando o elenco tricolor - que perdeu para o Santo André, ontem, por 2 a 1 - durante o Seleção SporTV, o narrador, além de apontar deficiências no time de Fernando Diniz, mandou um recado para os são-paulinos.

"Acho que não é um time, este ano, para o torcedor do São Paulo sonhar com um título de relevância", afirmou o narrador.

"Que é isso? Essa frase é muito forte. Você acha que o São Paulo não briga por um título relevante este ano?", questionou o apresentador André Rizek.

"Acho que não. Brasileiro ou Libertadores? Acho que não. Ou Copa do Brasil? Acho que não. Copa do Brasil, acho que até é possível, porque é mata-mata, tem o sorteio...", argumentou o narrador.

"Mas você não acha que o São Paulo está mais forte do que no ano passado?", insistiu Rizek.

"Não. Acho que está igual", respondeu Luís Roberto, que, pouco depois, apontou os problemas no elenco tricolor:

"Ao São Paulo, falta um craque e um atacante agudo, como o Rony (Athletico-PR), o Bruno Henrique (Flamengo). O São Paulo não tem esse cara. (...) Falta ao São Paulo aqueles caras desequilibrantes".

"Acho que o São Paulo tem obrigação de disputar um título relevante, coisa que não fez ano passado", concluiu Rizek.

Terceiro colocado do grupo C do Campeonato Paulista, o São Paulo encara o Corinthians neste sábado, às 19h, pela sexta rodada.

UOL Esporte vê TV