PUBLICIDADE
Topo

Futebol

São Paulo perde chances e vê Santo André derrubar invencibilidade

Do UOL, em São Paulo

09/02/2020 19h56

Com muita chuva e um gramado castigado em Santo André, a equipe da casa derrotou o São Paulo por 2 a 1 e quebrou a invencibilidade do Tricolor no Paulista. Os gols foram marcados por Fernandinho e Dudu Vieira. Pelo lado dos paulistanos, Daniel Alves diminuiu o placar. Apesar de criar várias situações de gol, o time de Fernando Diniz parou no goleiro Fernando Henrique, que teve uma boa atuação.

Pela segunda rodada seguida no Paulistão, o São Paulo reclamou de interferência da arbitragem no resultado de uma partida. Contra o Novorizontino, foram dois gols mal anulados e dois pênaltis não marcados. Hoje, contra o Santo André, a bronca ficou para o impedimento não marcado de Ronaldo na origem do gol de Fernandinho, que abriu a vantagem para o Ramalhão. Dudu Vieira ampliou o placar, enquanto Daniel Alves descontou para o Tricolor.

Com a vitória, a equipe do ABC tornou-se a melhor campanha do campeonato Paulista com 12 pontos conquistados. Já o time de Fernando Diniz cai para terceiro lugar do grupo e sai da zona de classificação para as quartas de final. Na sexta rodada do Estadual, o São Paulo tentará a recuperação diante do rival Corinthians, em clássico marcado para as 19h de sábado no Morumbi. Já o Santo André visita a Inter de Limeira na sexta-feira.

Atuação do Santo André

O Santo André conseguiu um gol logo no início do jogo e, a partir daí, sentiu-se muito confortável em jogar esperando o São Paulo e apostando nas saídas em velocidade. Com o adversário se lançando para o ataque para buscar o empate, a equipe andreense conseguiu aumentar o placar com uma recuperação de bola que resultou em gol em um contra golpe fulminante. A equipe de Paulo Roberto Santos terminou o primeiro tempo com apenas 25% de posse de bola, mas com dois tentos a frente no placar.

No segundo tempo, o Santo André jogou com a vantagem e continuou se defendendo. Com o primeiro gol do São Paulo, passou a buscar um pouco mais o terceiro gol, tentando se aproveitar do fato da zaga adversária estar com apenas um zagueiro de ofício em campo. Conseguiu se segurar no fim do jogo e garantiu mais uma vitória no estadual. O time tem a melhor campanha do Paulistão até aqui.

Atuação do São Paulo

Com a chuva forte antes do jogo e um gramado pesado, o São Paulo viu sua característica de posse de bola ser mais difícil de ser executada. Apostando bastante em bolas longas, o ataque Tricolor até criou boas chances de marcar, mas parou em defesas do goleiro Fernando Henrique. Por outro lado, a defesa sentiu falta de Bruno Alves, e teve muitas falhas coletivas que resultaram nos gols do Santo André.

No segundo tempo, Fernando Diniz colocou o time para frente. Com a saída de Anderson Martins para a entrada de Everton, a equipe atuou com só um zagueiro durante boa parte do segundo tempo. O time ficou mais rápido e conseguiu criar mais chances pelo chão. O primeiro gol do time veio em cobrança de falta de Daniel Alves. A partir daí, o São Paulo buscou o empate, mas não conseguiu ser efetivo.

Quem foi bem: pelo São Paulo, Daniel Alves

Daniel foi o jogador que mais levou perigo para o gol do Santo André. Comandando o ritmo do meio campo, foi dele o gol que diminuiu o placar no segundo tempo e recolocou o São Paulo na partida.

Quem foi bem: pelo Santo André, Fernando Henrique

O goleiro da equipe do ABC teve um ótimo jogo e foi fator decisivo para a vitória do Santo André. Com várias defesas capitais, Fernando Henrique foi o melhor do jogo pela equipe vencedora.

Quem foi mal: Juanfran

O lateral espanhol encontrou muita dificuldade no jogo, principalmente por conta das condições ruins do gramado. Saiu no intervalo de jogo para a entrada de Igor Vinicius.

Muita chuva atrapalha jogo no início

Choveu bastante em Santo André antes da partida, o que prejudicou muito o gramado do Bruno José Daniel. Com muitas poças e a bola sem correr direito no chão, poucas jogadas trabalhadas foram vistas nos primeiros minutos do jogo, obrigando as equipes a investir em bolas longas em excesso.

Cronologia do jogo

O Santo André abriu o placar logo no início do jogo. Aos 4 minutos, Fernandinho aproveitou sobra na entrada da área e chutou no canto do gol de Tiago Volpi. Apesar de muita pressão do São Paulo, o Santo André marcou o segundo gol com Dudu Vieira, que recebeu livre na área e só mandou a bola para o fundo da rede. Aos quinze do segundo tempo, Daniel Alves arriscou para o gol em uma falta frontal, a bola desviou na barreira e entrou, diminuindo o placar.

FICHA TÉCNICA
SANTO ANDRÉ 2 X 1 SÃO PAULO

Data e horário: 09 de fevereiro de 2020, às 18h (de Brasília)
Local: Estádio Bruno José Daniel em Santo André (SP)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Neuza Ines Back (SP) e Leandro Matos Feitosa (SP)
Público pagante: 6.404 pagantes
Renda: R$ 353.980,00

Gols: Fernandinho aos 4 minutos do primeiro tempo, Dudu Vieira aos 31 minutos do primeiro tempo (Santo André); Daniel Alves aos 15 minutos do segundo tempo (São Paulo)

Cartão amarelo: Vitinho Mesquita (Santo André);

SANTO ANDRÉ: Fernando Henrique; Ricardo Luz, Rodrigo, Luizão e Marlon; Dudu Vieira, Paulo Vinícius (Nando Carandina), Garré (Buiú); Vitinho Mesquita, Fernandinho (Julinho) e Ronaldo
Técnico: Paulo Roberto Santos

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinicius), Arboleda, Anderson Martins (Everton), Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves, Hernanes (Brenner); Alexandre Pato, Pablo, Vitor Bueno
Técnico: Fernando Diniz

Futebol