PUBLICIDADE
Topo

Cruz Azul encontra lesão e pede reunião sobre futuro de jovem do São Paulo

Paulinho Boia viajou para o México na última terça-feira para tentar fechar empréstimo de uma temporada - Marcello Zambrana/AGIF
Paulinho Boia viajou para o México na última terça-feira para tentar fechar empréstimo de uma temporada Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Bruno Grossi

Do UOL, em Araraquara (SP)

29/01/2020 11h20

Resumo da notícia

  • São Paulo aceitou proposta do Cruz Azul para ter Paulinho Boia
  • Atacante criado em Cotia viajou para o México na última terça-feira
  • Exames médicos apontaram lesão de cartilagem no joelho esquerdo
  • Atacante não acusa dores no local e crê que pode jogar normalmente
  • Clube mexicano pede novo encontro com Boia para definir contratação

O empréstimo de Paulinho Boia ao Cruz Azul está parado no momento. O time mexicano detectou uma lesão na cartilagem do joelho esquerdo do atacante do São Paulo e agora espera uma reunião com o jogador e seu representante para decidir se a contratação será concretizada ou cancelada.

Boia viajou com o empresário Luciano Couto para a Cidade do México na última terça-feira. O garoto de 21 anos passou por avaliações médicas e depois foi informado sobre a lesão no joelho. Como não sente dores e não tem limitação de movimentos, o atacante acredita que o problema não vai interferir em seu rendimento.

A diretoria do Cruz Azul quer conversar com ele justamente para entender se é possível ter condições de jogo rapidamente e ser aproveitado com frequência ao longo de um ano de empréstimo. Se o contrato fosse mais longo, não haveria esse impasse, mas lesões do tipo, quando alcançam estágios mais graves, exigem tratamento com intervenção cirúrgica.

O jogador formado no São Paulo confia que não será preciso operar e parar por quatro meses, mas precisa convencer o Cruz Azul nesse encontro que deve acontecer ainda hoje. Se o clube considerar arriscada a aposta, Boia retorna ao São Paulo à espera de novas propostas, mas sabe que o mercado internacional fecha na sexta-feira na maioria dos países. Há um time turco interessado no jovem.

O acordo entre São Paulo e Cruz Azul era por um empréstimo de uma temporada ao custo de 300 mil dólares. Os mexicanos ainda teriam preço fixado de compra até o fim de dezembro: 1 milhão de dólares. O Tricolor ficaria com 10% dos direitos econômicos de Boia.

São Paulo