PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV


José Carlos Peres defende clubes com donos: "Tem que doer no bolso"

José Carlos Peres, presidente do Santos - Reprodução/YouTube
José Carlos Peres, presidente do Santos Imagem: Reprodução/YouTube

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/01/2020 02h02

Durante entrevista ao O Grande Círculo, do SporTV, na madrugada de hoje, o presidente do Santos, José Carlos Peres, criticou o atual modelo de gestão do clube e afirmou que o futuro do time está, na maior parte, na cidade de São Paulo.

O mandatário santista defende que os clubes tenham donos. Na opinião de Peres, a responsabilidade das instituições esportivas aumentaria com este formato de gestão.

"O dia em que os clubes tiverem donos no Brasil, o futebol vai funcionar. Porque contratar vai doer no bolso, investir vai doer no bolso. O atual cenário do Santos, com 300 conselheiros, não é bom para o clube. Desde o primeiro dia que eu assumi, já tinha oposição. É muita oposição. O correto é esperar até a eleição", afirmou.

José Carlos Peres também falou sobre a baixa taxa de ocupação da Vila Belmiro nos últimos anos. O dirigente afirmou que o estádio em Santos deve passar por um processo de modernização. Ainda na opinião do mandatário, o futuro do Santos está na cidade de São Paulo, onde o Santos manda partidas no Pacaembu.

"Eu acho que 80% do futuro do Santos está em São Paulo. Estamos tentando um acordo com quem venceu o consórcio para administrar o Pacaembu, ao mesmo tempo em que queremos manter a Vila como a nossa Meca, o lugar sagrado, e estamos trabalhando em uma grande reforma para torná-la mais confortável e atrativa", completou.

UOL Esporte vê TV