PUBLICIDADE
Topo

Cobrança elevada e festa no vestiário: os bastidores de Luan no Corinthians

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

16/01/2020 04h00

O meia Luan, principal reforço do Corinthians neste mercado da bola, estreou literalmente com o pé direito ao marcar dois belos gols, um deles de falta, e garantir a vitória do Alvinegro contra o New York City por 2 a 1, ontem (15), no Exploria Stadium, em Orlando (EUA), pela Flórida Cup. O UOL Esporte apurou com membros do departamento de futebol o "antes e depois" da estreia de Luan em seu time do coração.

Para fazer um jogo quase impecável em sua estreia, Luan se cobrou muito nos primeiros dias de trabalho no Corinthians, tanto em treinos físicos, como técnicos e táticos. A cobrança foi bastante elevada, segundo profissionais do clube paulista.

Luan, aliás, já destoava dos demais jogadores durante os treinos no CT Joaquim Grava na semana passada e na University of Central Florida, em Orlando, onde o Corinthians realiza os treinos para o torneio nos EUA. O camisa 7 repetiu no jogo o que fez em treinamentos — muita movimentação, lançamentos, assistências e gols.

Após a estreia, Luan foi bastante parabenizado pelos companheiros de time no vestiário do Exploria Stadium. O camisa 7 'roubou a cena' ao ser cumprimentado por todos: atletas, integrantes da comissão técnica e diretoria. Todos fizerem 'festa' para receber o melhor jogador da partida, eleito pela organização do torneio. O meia, inclusive, recebeu o prêmio das mãos de Marcelinho Carioca, um de seus ídolos de infância.

Empolgado em estrear com dois gols no 'time do coração', Luan chegou a dizer internamente para os companheiros de equipe que a motivação está muito alta e foi essencial para que ele fizesse uma estreia de destaque.

Luan, aliás, já demonstrou muita confiança em sua apresentação que ocorreu nos Estados Unidos nesta semana. O camisa 7 fez questão de dizer que estava fisicamente 100% para estrear pelo Corinthians e não quis admitir em nenhum momento que passou por má fase no Grêmio.

"Sobre a lesão [no pé direito], eu tive no fim do ano passado, mas nada crônico. Já curei, estou 100%, treinamento bem, me sentindo bem. Mesmo não jogando bem, eu tive meus melhores números [2019, no Grêmio]. Eu estando 100% posso contribuir muito. Nos últimos anos, faltou ganhar. Ano passado, eu estava entre os três melhores do grupo todo, jogando [número de jogos] nem metade do que eles jogaram. A lesão que atrapalhou", disse Luan.

Luan volta a defender o Corinthians no próximo sábado (18), quando o Alvinegro enfrenta o Atletico Nacional, da Colômbia, às 19h30 (de Brasília), novamente no Exploria Stadium, em novo duelo pela Flórida Cup. Antes, o time paulista treina hoje (16) e amanhã (17), na University of Central Florida.

Futebol