PUBLICIDADE
Topo

Lucas Silva ressalta estilo do Grêmio e desejo de conquistar Libertadores

Lucas Silva (e) foi apresentado como jogador do Grêmio na manhã de hoje - Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Silva (e) foi apresentado como jogador do Grêmio na manhã de hoje Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

11/01/2020 12h31

Resumo da notícia

  • Apresentado como reforço do Grêmio, Lucas Silva disse que as características do time pesaram em sua escolha.
  • Volante de bom passe, o jogador ressaltou que também é capaz de ser eficiente na marcação.
  • Lucas assina até 2024 com o Tricolor e já treina com o elenco na pré-temporada.

Lucas Silva é um volante que tem por característica o bom passe. E a manutenção da bola foi uma das coisas que chamou atenção em seu novo clube. Apresentado pelo Grêmio na manhã de hoje (11), o jogador ressaltou o estilo do time pelo qual assinou até 2024.

"Duas ligações me chamaram muito a atenção. Uma foi do Alisson, com quem atuei no Cruzeiro, outra do Klaus (Câmara, executivo de futebol) que trabalhei na base e no profissional do Cruzeiro. Me disseram como era o clube. Mas de fora se vê que é organizado, estruturado, e isso chama atenção. Grandes jogadores querem jogar em clubes assim. O Renato também, na parte técnica, é um grande treinador e há bastante tempo quero trabalhar com ele. E o estilo do Grêmio que se encaixa com meu perfil, técnico, que gosta de ficar com a bola", disse o marcador de 26 anos.

E é exatamente a qualidade técnica que coloca o jogador no caminho do Tricolor. A possibilidade de marcar firme e ao mesmo tempo contribuir com a construção das jogadas.

"A primeira característica que o volante tem que ter é a marcação. Depois, o bom passe, a parte técnica. Isso, no início da carreira, na base do Cruzeiro, foi primordial. Aprender a marcar, depois jogar. Se for necessário fazer uma falta, parar a jogada, também é do meu perfil. Claro que agrega mais a parte técnica e tática, que hoje se exige muito de um volante moderno", falou.

Lucas já havia sido pretendido pelo Grêmio em outra ocasião. Mas o acordo só foi firmado neste ano, após desligamento dele do Real Madrid, da Espanha.

"Não só no futebol, como em qualquer profissão, se vive altos e baixos. É quando não se tem um rendimento esperado que se prova o valor e quanto competente é na sua área. Na Europa não foi como eu esperava, mas meu retorno ao Cruzeiro mostrou o alto nível que eu posso ter, conquistei duas Copas do Brasil. O Grêmio já tinha tentado minha contratação, agora estou aqui, e muito feliz por defender um grande time", explicou.

Entre os objetivos, manter a sequência de títulos que teve na carreira. Desde a base, Lucas ergueu uma série de taças, mas falta uma. Exatamente a que o Grêmio mais gosta: a Libertadores.

"Sempre conquistei muitos títulos, desde a base. E falta a Libertadores. O Grêmio é obcecado pela Libertadores e é claro que quero colocar ela no meu currículo também", afirmou.

O ex-cruzeirense já treina com o elenco tricolor e está à disposição de Renato Gaúcho para os jogos. O Grêmio, porém, deve iniciar a temporada com a equipe de transição, dando mais tempo de preparação aos titulares.

Grêmio