PUBLICIDADE
Topo

Futebol


'Plano B' corintiano é ainda mais caro que Michael; colombiano vira opção

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/01/2020 04h00

Após desistir oficialmente do atacante Michael, do Goiás, o Corinthians não perdeu tempo e já partiu para cima de um 'plano B' no mercado da bola. Segundo apurou o UOL Esporte, a diretoria corintiana fez duas consultas: Rony, do Athletico-PR, e Cristian Dájome, do Independiente del Valle, do Equador.

Rony, um dos atletas de confiança de Tiago Nunes no Athletico, foi descartado rapidamente após o Timão descobrir os valores: 12 milhões de euros (cerca de R$ 54,2 milhões), bem mais caro que Michael, já que o Timão chegou ao seu limite com uma proposta de 5 milhões de euros (R$ 22,5 milhões) por 50% dos direitos econômicos e mais alguns atletas.

Com Rony descartado, o Corinthians vê o colombiano Dájome como opção. O problema neste caso é que o Timão busca informações para saber a veracidade de um possível pré-contrato assinado pelo atleta com o Vancouver Whitecaps, clube do Canadá que disputa a MLS, liga norte-americana.

Caso o atacante do Del Valle não tenha assinado com os canadenses, o Corinthians está até disposto a cobrir a proposta salarial para tentar convencer o colombiano a jogar no clube de Parque São Jorge.

A ideia é pagar R$ 7 milhões pelo atacante de 26 anos, que defendeu o Independiente del Valle na conquista da Sul-Americana, mas estava emprestado do Atlético Nacional, da Colômbia. Aliás, Dájome foi um dos destaques nos duelos contra o Corinthians na semifinal da competição, quando os equatorianos eliminaram o Timão.

Futebol