Topo

Perrella rasga o verbo contra Thiago Neves: "Está brincando com o Cruzeiro"

Dirigente comentou que nem conversou com Thiago Neves antes de comunicar que o meia seria afastado do clube - Bruno Haddad/Cruzeiro
Dirigente comentou que nem conversou com Thiago Neves antes de comunicar que o meia seria afastado do clube Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

02/12/2019 18h50Atualizada em 02/12/2019 23h10

Resumo da notícia

  • Na chegada a São Januário, Zezé Perrella usou palavras fortes ao comentar afastamento de Thiago Neves
  • Dirigente disse que se sentiu desrespeitado com a ida do atleta a uma festa na tarde de ontem
  • Perrella também reafirmou que jogador ficará treinando separado do restante do plantel
  • Zezé ainda minimizou questão dos salários atrasados no Cruzeiro

Zezé Perrella, gestor de futebol do Cruzeiro, não poupou críticas ao meia Thiago Neves, que foi afastado do clube hoje, na chegada ao estádio de São Januário, horas antes de o time mineiro ser derrotado pelo Vasco, pela 36ª rodada do Brasileirão. Perrella está acompanhando o time e concedeu uma exaltada entrevista coletiva, criticando uma falta de comprometimento. O dirigente reafirmou que ele não vestirá mais a camisa do Cruzeiro, depois de ter comparecido a um evento musical no domingo, em Belo Horizonte

"Foi uma decisão difícil de se tomar. Pedi para os jogadores que não fossem para a noite. O jogador estava machucado e, para minha surpresa, foi para uma festa para 15 mil pessoas. É um desrespeito ao Cruzeiro, não foi a primeira vez. Disse que, comigo, ele não joga mais. Ele tem contrato com o Cruzeiro, treinará à parte e vai receber tudo. Espero que consiga um clube. Esse pessoal está brincando com o Cruzeiro. O Léo, machucado, viajou para incentivar, e o outro não. Fazendo festa em BH... é brincadeira. Não vou compactuar: qualquer jogador que seguir com essa linha está fora do Cruzeiro", iniciou.

Thiago Neves é um dos jogadores mais criticados em meio à péssima campanha do time mineiro. As cobranças só cresceram nos últimos dias. Na derrota para o CSA em casa, ele teve a oportunidade de empatar a partida, mas desperdiçou a cobrança de pênalti no Mineirão. Horas depois, teve um áudio vazado em que pedia a Zezé Perrella que conseguisse recursos para pagar parte dos salários atrasados.

"Isso é uma realidade de 70% dos clubes, do Cruzeiro agora tem essa história de atrasar. Eu jogo muito aberto, não estamos em dia. Jogador de futebol está ganhando tanto dinheiro e se ficar dois meses sem receber, não é possível que vai fazer falta", falou Perrella.

Por fim, o meia foi diagnosticado com um edema na coxa, virando desfalque da Raposa, mas acabou sendo visto em um evento no Mineirão, na tarde de ontem (1º). "Acho que Thiago quis me testar, só pode. Testou a pessoa errada. Já afastei jogador muito mais importante do que ele. Fico indignado com a falta de comprometimento. Uma imagem é uma imagem. O torcedor ver jogador na noite, apesar de não estar jogando, mostra o comprometimento com time, que é zero. De gente assim não precisamos não, ele que vá cuidar da vida dele", acrescentou Perrella.

Com 36 pontos na tabela, restando duas rodadas para o fim do Brasileirão, o Cruzeiro já não depende mais de seus resultados para escapar da Série B. O time precisa torcer contra o Ceará, que tem dois pontos a mais na tabela. "Os jogadores estão revoltados também, tenho certeza. Eles estão tentando correr para tirar o Cruzeiro e ele (Thiago Neves) rindo e fazendo festa", finalizou o dirigente.

Cruzeiro