Topo

Elenco faz pacto por melhor campanha do Santos no Brasileirão com 20 clubes

Jorge Sampaoli observa jogo entre Santos x Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro - Bruno Ulivieri/Agif
Jorge Sampaoli observa jogo entre Santos x Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro Imagem: Bruno Ulivieri/Agif

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

22/11/2019 04h00

Já classificado para a Copa Libertadores da América do ano que vem, os jogadores do Santos fizeram um pacto junto ao técnico Jorge Sampaoli por mais um objetivo nesta temporada: superar a melhor campanha do Peixe na história do Brasileirão desde 2006, quando o torneio começou a ser disputado por 20 clubes.

Para isso, o time do técnico argentino precisa somar sete dos últimos 15 pontos em disputa. O clube ocupa a terceira colocação do torneio com 65 pontos e está seis atrás do melhor desempenho santista na competição nacional: em 2016, quando somou 71 pontos.

Naquele ano, o Peixe somou 22 vitórias, cinco empates e 11 derrotas, marcando 59 gols e sofrendo 35. Atualmente, o time de Sampaoli tem 19 vitórias, oito empates e somente seis derrotas, com 49 gols marcados e 29 sofridos.

O Santos está três pontos atrás do Palmeiras, vice-líder, e promete perseguir o rival até o final pensando na premiação maior que a segunda colocação renderia, já que o clube deve viver um ano de orçamento apertado em 2020.

Dos cinco jogos que restam ao time, três serão em casa: diante do Cruzeiro, neste sábado, às 21h, e contra Chapecoense e Flamengo. Enquanto os mineiros estão desesperados lutando contra o rebaixamento, a Chape pode até chegar à Vila Belmiro já rebaixada. O Flamengo, na última rodada, já deve ter garantido o título.

As outras duas partidas serão longe da sua torcida: contra Fortaleza e Athletico-PR. Em 12º, o clube cearense está em situação confortável na tabela contra o rebaixamento e também dentro do grupo que se classifica para a Copa Sul-Americana, seis pontos na frente do Botafogo. Já o Athletico não tem mais chances de título e está classificado para a Libertadores via Copa do Brasil - mas não que tenha diminuído seu ritmo desde então.

Para assegurar a vaga direta na fase de grupos da Libertadores já na próxima rodada, o Santos precisa de uma vitória na próxima rodada ou de uma derrota do São Paulo e um tropeço do Internacional.

Santos